Meio Bit » Baú » Internet » Diretor de cinema trolla epicamente usuários de Bit Torrent

Diretor de cinema trolla epicamente usuários de Bit Torrent

Qual a forma de impedir que seu filme seja pirateado? R.: não existe, mas Johan Kaos, diretor norueguês, conseguiu transformar em um saco o ato de piratear seu filme mais recente. E não, não é uma expressão.

01/12/2013 às 0:00

Imagem relacionada. Não pergunte.

Um dos métodos mais clássicos de evitar que alguém beba da sua água é envenenar o poço. Em termos de redes de compartilhamento isso acontece com o eMule e o Kazaa, onde a turma da zuera se juntou à turma do SPAM e TODOS os vídeos em formato WMV, por exemplo, eram cavalos de tróia, e 98% dos outros, eram falsos. Não houve um ataque sistemático, era apenas divertido para adolescentes sem vida incomodar desconhecidos que baixavam arquivos ilegais.

Com o Bit Torrent isso se tornou mais sistemático, estúdios contratavam formas especializadas em alimentar os sites de torrents com conteúdo falso. Isso não afeta o usuário hardcore, mas pode ter seu efeito no n00b ocasional.

Agora a briga se tornou pessoal. Johan Kaos, diretor do filme norueguês Pornopung, resolveu inovar. O filme, que em tradução livre é um gíria pra “bolas raspadas” tem feito relativo sucesso na Noruega (ou seja, alguém além da família do diretor foi ver) mas atraiu a atenção das interwebs. Isso era inevitável, então o próprio diretor disponibilizou online uma cópia, com uma pequena mudança.

Depois dos primeiros 10 minutos, o filme corta pra uma imagem no banheiro do diretor, onde ele fala, conversa e em seguida raspa o saco. Depois são 80 minutos de imagens do supracitado órgão (é órgão? Não sei, nunca me interessei).

O mais engraçado é que tem gente com raiva e xingando o diretor, afinal — que absurdo — ele disponibilizou para download ilegal algo que não era o filme prometido.

Em resposta a esses, ele foi bem direto:

Não podem me acusar de dar a eles algo que não pediram, quando baixam um filme chamadobolas raspadas’.”

Eu até entendo a revolta, nos tempos de n00b já baixei muita coisa cabeluda no eMule, tem um momento, geralmente depois do minuto 135, que a gente começa a se conscientizar que a Mila Kunis não vai aparecer peladinha no meio daqueles homens musculosos, mas nunca realmente odiei os responsáveis. É preciso um mínimo de autocrítica: se você está usando um meio questionável de obter conteúdo, não tem moral de reclamar de nada. Calaboca e entuba.

Senão, no mínimo, a piada do diretor fica melhor do que já é.

Fonte: TF.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários