Meio Bit » Baú » Hardware » Coin: o cartão oito-em-um que vai aliviar o peso de sua carteira

Coin: o cartão oito-em-um que vai aliviar o peso de sua carteira

Conheça o Coin, dispositivo capaz de armazenar até oito cartões diversos e conta com recursos de segurança; startup financiou seu projeto em tempo recorde

25/11/2013 às 12:30

coin-001

Serviços de pagamento como o Google Wallet e o PayPal, que facilitam e muito o ato de ir ao caixa para quitar o lanche nosso de cada dia estão se expandindo cada vez mais, entretanto sejamos francos: ainda utilizaremos cartões por um bom tempo. Excluindo os de crédito e débito, ainda temos os cartões de conta, fidelidade, cartões-salário, etc, etc, etc...

E se você tivesse um único cartão que substituísse todos os outros e acabasse com as confusões na boca do caixa, além de evitar andar com a carteira recheada?

Agora é possível, com o Coin.

coin-003

À primeira vista ele é um cartão comum, funcionando da mesma forma. E é o "quase" que faz toda a diferença: ele é capaz de armazenar informações de até oito cartões de diversas modalidades, e um companion app para iOS e Android completa o kit. O modo de armazenar um cartão é simples: basta acoplar um leitor de cartões à entrada P2 de seu smartphone, passar seu cartão e entrar com as informações extras, como nome atribuído, senha e código de segurança. Através de uma conexão BLE (Bluetooth de Baixa Energia) os dados são sincronizados entre o app e o cartão, e a partir daí não é mais necessário o uso do smartphone, a não ser para modificar os dados.

O uso é tão simples quanto poderia ser: o Coin conta com um pequeno botão e um display LED, que permite ao usuário selecionar qual cartão deseja utilizar, seja de banco, crédito, débito, fidelidade e por aí vai. E como se não bastasse ele é a prova de esquecidos: caso se afaste muito de ser cartão o Coin disparará uma mensagem via BLE que será recebida pelo smartphone, alertando que foi deixado para trás, dando inclusive a opção de desativá-lo remotamente caso a recuperação seja impossível (em casos de perda ou roubo).

http://www.youtube.com/watch?v=w9Sx34swEG0

A startup de San Francisco responsável pelo Coin financiou seu projeto em tempo recorde: em apenas 40 minutos ela arrecadou os 50 mil dólares necessários para torná-lo realidade, o que prova que cartões em excesso na carteira ainda são um problema para muita gente.

O Coin já está em pré-venda. Interessados podem adquirí-lo por US$ 50 mais despesas de envio (o cartão ainda não suporta o padrão EMV). O lançamento está previsto para o segundo semestre de 2014, quando ele passará a custar US$ 100.

Fonte: Coin.

relacionados


Comentários