Meio Bit » Baú » Ciência » Dica: dois agregadores brasileiros de ciências

Dica: dois agregadores brasileiros de ciências

Divulgação Científica já é algo complicado na civilização, que dirá na Internet brasileira. Por isso a boa informação deve ser compartilhada, e trazemos para vocês dois excelentes agregadores de ciência brasileira, Assine djá!

12/11/2013 às 13:25

xkcd-purity

Uma velha piada conta sobre o Reitor de uma universidade, irritado com os custos altíssimos do departamento de física aplicada. Reclama ele:

“Por que vocês não podem ser como o Departamento de Matemática? Tudo que eles usam é um quadro-negro e uma cesta de lixo. Ou como o de Filosofia, que só usa o quadro-negro.”

Na prática existe mesmo uma disputa entre os vários campos da ciência. Astrofísicos só se preocupam de galáxias pra cima, planetas são apenas umas sujeiras que nem aparecem em suas observações. Físicos teóricos consideram os experimentais como um mal necessário, ao menos enquanto a Comunidade insistir em comprovações por experimentação, ao invés de aceitar a palavra deles.

Todo mundo acaba tendo seu campo favorito. Aqui no Meio Bit tendemos para exploração espacial, não só por ser mais simples de trabalhar, mas por ter mais material disponível. Também há uma carência de posts sobre ciência brasileira, reconheço. A grande maioria dos blogs faz divulgação científica secundária, há pouco material sobre pesquisa local e esse material está muito espalhado.

Por sorte consegui acesso a dois agregadores nacionais excelentes, que juntam inclusive materiais do ScienceBlogs Brasil. E melhor ainda: trazem bastante posts de biologia, uma área muito pouco coberta por nós.

Nota: usamos a classificação-padrão de ciências: se é verde, é biologia. Se cheira mal é química; se explode, é física.

Os dois agregadores recomendados? O Bolsão de Blogs e o Periódico. Sim, eu sei, cientistas além de não terem conceito de design e tipografia, também não sabem batizar blogs e configurar feeds, mas eles estão ocupados salvando (ou explodindo) o mundo, vamos dar um desconto.

AH sim: enquanto isso não deixe de assinar o excelente Nerdologia, canal de divulgação científica no YouTube.

relacionados


Comentários