Meio Bit » Baú » Games » Mad Catz detalha o M.O.J.O., seu console Android

Mad Catz detalha o M.O.J.O., seu console Android

Mad Catz revela data de lançamento, preço e especificações técnicas do M.O.J.O., seu console que rodará Android.

09/10/2013 às 10:00

mojo

Quem aí ainda se lembra do Project M.O.J.O., um videogame anunciado pela Mad Catz e que pretendia engrossar a lista de consoles baseado no Android? A empresa estava fazendo um certo mistério sobre o brinquedo desde então, mas eles finalmente resolveram dar mais detalhes.

Conhecido agora apenas como M.O.J.O., o videogame chegará às lojas no dia 10 de dezembro custando salgados US$ 250 e aqueles que forem malucos o suficiente para investir nele levará um aparelho equipado com um Tegra 4 T40S 1,8 GHz, 2 GB RAM, 16 GB de armazenamento interno e entrada para cartões SDXC com até 128 GB.

De acordo com Alex Verrey, assessor de imprensa da Mad Catz, a empresa está comprometida em fazer do Mojo o micro-console mais poderoso do mercado e ao contrário do que vemos no Ouya, ele não terá uma loja própria, podendo rodar todos os aplicativos que forem adquiridos na Google Play ou na Amazon Store, o que na minha opinião é uma estratégia muito mais simpática.

De fato, ao compararmos o M.O.J.O. com o Tegra 3 de 1,7 GHz e o 1 GB de RAM do Ouya, é fácil perceber que se trata de um aparelho bem mais encorpado, porém, será que a ponto de custar tão mais caro? Além disso, com tal valor seria possível comprar um PlayStation 3 nos Estados Unidos e com bem menos do que isso, um Xbox 360, então me pergunto, quem preferiria gastar num videogame que praticamente não possui exclusivos e que convenhamos, com jogos que estão muito aquém da qualidade de um The Last of Us, Gears of War ou Forza?

Talvez o tempo mostre que estou errado, mas atualmente não consigo acreditar que esses consoles baseados no Android terão sucesso, principalmente se as fabricantes não descobrirem uma maneira de os oferecerem por um preço muito inferior ao praticado pelos grandes nomes da indústria.

Fonte: CVG.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários