Meio Bit » Baú » Internet » Google penalizando sites que praticam extorsão com fotos de cadeia

Google penalizando sites que praticam extorsão com fotos de cadeia

Sites que usem de fotos comprometedoras e extorquindo pessoas arrependidas de um passado infeliz na cadeia (ou quase isso) estão sendo severamente punidos pelo Google.

07/10/2013 às 17:25

elementoprocurado

No Brasil a bagunça reina, mas em países sérios qualquer um que não ande na linha pode acabar tendo que tocar piano na delegacia. Coisas como dirigir alcoolizado são levadas a sério, e isso vai pra sua ficha. E essa ficha é pública. Departamentos de Polícia publicam as prisões efetuadas. Até aí tudo bem, mas há um grupo de canalhas parasitas muito piores que qualquer um preso. Esses canalhas não só estão livres como lucram com o sistema.

Não estou falando do Congresso, embora eles se enquadrem na descrição. Falo de sites que publicam fotos e fichas de prisões, e cobram para remover os arquivos.

A idéia é que quando alguém está procurando emprego, o RH da empresa faça uma busca no Google pelo sujeito, só pra ver se ele não está na comunidade Odeio Nordestinos ou algo assim.

(Nota: Foi caso real onde um idiota não foi contratado depois que o empregador, nordestino, buscou o sujeito no Orkut e descobriu que ele fazia parte da tal comunidade. O idiota reclamou de invasão de privacidade, claro!)

Usando técnicas no mínimo cinzas de SEO, esses sites parasitas se posicionam bem no Google, queimando o filme de quem não pede (e paga às vezes mais de US$ 400,00) para sair.

Uma coisa é o sujeito ter ficha por práticas de necro-pedo-zoofilia, outra é ser prejudicado profissionalmente apenas por ser este mané aqui:

batman-preso-594x445

Em um atualmente raro momento “don’t be evil”, o Google está penalizando esses sites. Acharam alguma justificativa técnica obscura e eles estão sumindo das buscas. O Mastercard, Amex, Discover e o Paypal vão parar de aceitar pagamentos pra esses sites, o VISA disse que vai investigar junto com os bancos, mas é provável que tomem a mesma decisão.

Espero que consigam acabar com essa praga, que filosoficamente em nada difere de hackers chantagistas que forçam meninas a tirar a roupa em webcams.

Fonte: TNW.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários