Meio Bit » Baú » Internet » Lei tentará (hahahah) remover da Internet passado constrangedor de adolescentes

Lei tentará (hahahah) remover da Internet passado constrangedor de adolescentes

Essa é pra rir: um congressista americano está propondo uma Lei obrigando sites a apagar conteúdo constrangedor postado de e sobre crianças e adolescentes. Boa sorte.

24/09/2013 às 12:15

jessi-slaughter-dad-600x320

Uma das regras mais universais do Universo é que todo adolescente é basicamente retardado. Não importa sua tribo. Eu que era quieto não sei como sobrevivi a tantas experiências envolvendo pólvora e magnésio. Bem, ao menos minhas experiências explorando a sutil e nebulosa diferença entre foguete e bomba me qualificaram para trabalhar no programa espacial brasileiro.

A diferença é que hoje as besteiras são publicadas e compartilhadas com milhões de pessoas. Muitos usam isso como experiência de aprendizado. Querida jovem pré-pubescente: sua mãe VAI achar a foto no Facebook onde você pratica garganta profunda com um salsichão.

As expectativas de privacidade estão mudando, e AGORA começaram a se preocupar com os futuros advogados, juízes e políticos que, diante de uma busca no Google terão expostos momentos menos que gloriosos de seu passado.

dumbass

A Lei, sancionada pelo Governador Jerry Brown, da Califórnia, determina que a partir de 2015 as empresas de Internet serão obrigadas a remover conteúdo escandaloso ou constrangedor, se solicitado por um menor de idade.

A idéia em teoriiiiiiiiiia faz sentido. Há casos demais de ex-namorados babacas vazando fotos de adolescentes, bullying e perseguições. Muitas vezes comentários racistas e homofóbicos são feitos por puro desconhecimento, ou apenas para “se enturmar”.

Na prática, não vai dar certo.

Primeiro, a Lei estimula a impunidade. A inconsequência. Você sabe que poderá fazer de tudo na Internet, qualquer coisa é só clicar em um botão e ter seus atos magicamente apagados. Não é a preparação para a vida adulta que um jovem deve ter. A mensagem é totalmente errada.

Em segundo lugar, temos a questão prática: nada faz um material ser mais replicado na Internet do que tentar bani-lo. Muita gente torna a divulgação uma cruzada pessoal. BOA SORTE pra remover as fotos da festinha que saiu de controle, de um servidor de imagens anônimas da Eslovênia Setentrional.

Agora é só criarmos um bolão para apostar qual de nossos brilhantes parlamentares kibará a Lei, propondo uma versão nacional, com direito às clássicas Multas no Google.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários