Meio Bit » Baú » Games » Nintendo completa 124 anos hoje

Nintendo completa 124 anos hoje

Empresa que começou como fabricante de baralhos e se tornou líder na segunda revolução dos videogames completa hoje 124 anos.

23/09/2013 às 15:40

Uma das últimas cartas produzidas pela Nintendo.

Uma das últimas cartas produzidas pela Nintendo.

A Nintendo foi fundada como uma empresa fabricante de cartas de baralho em 1889 pelo empreendedor Fusajiro Yamauchi. A empresa se chamava originalmente Nintendo Koppai, com sede em Kyoto no Japão. Eles começaram produzindo um baralho para um jogo muito popular por lá chamado Hanafuda (algo como “Cartas de Flores”). A empresa se tornou bem sucedida nesta área e com o passar dos anos até organizou o seu próprio torneio chamado “Nintendo Cup” (hã, hã 😉 )

Fusaajiro Yamauchi passaria, muitos anos depois em 1929, a presidência do grupo para seu genro Sekiryo Kaneda (também conhecido como Sekiryo Yamauchi, já que ele foi meio que forçado a adotar o sobrenome poderoso dos Yamauchi pelo sogro). Este por sua vez ficou no cargo por vinte anos, passando o controle para o neto Hiroshi Yamauchi, pessoa obviamente desconhecida por todos os jogadores de videogame hoje em dia a julgar alguns comentários das interwebs e que faleceu semana passada.

Até que deu certo para uma empresinha fabricante de cartinhas com flores.

Até que deu certo para uma empresinha fabricante de cartinhas com flores.

Esse velho japonês sem importância levou a Nintendo muito além do negócio de cartas e a transformou na líder da segunda revolução dos videogames, setor que lideraria por mais de vinte anos com absoluta supremacia, até se ver frente a frente com um oponente tão forte e destemido quanto: a Sony. Mas esta é uma história para outro dia.

Quem quiser conhecer mais sobre essa fantástica história de superação no mundo dos negócios, recomendo fortemente dois livros: “Mestres do Jogo” de David Sheff, que está esgotado, mas pode ser encontrado em sebos com algum esforço ao preço de um rim e “Nos Bastidores da Nintendo” de Jeff Ryan. Ambos os livros são ótimos e além de focar na parte business da empresa tem momentos que beiram o biográfico, dada a profundidade com que algumas personalidades, como o incompetente Hiroshi Yamauchi são abordados. Destaque para o momento em que ele “descobre” um outro incompetente chamado Shigeru Miyamoto:

No Japão, Yamauchi consultou rapidamente os grupos P&D e constatou que os principais engenheiros e programadores estavam ocupados demais para tratar do problema de Arakawa. Considerando que os Estados Unidos representavam uma porção infinitesimal dos negócios da NCL, ele achou que não se justificava afastar um dos projetistas do trabalho.

Arakawa ouviu esses argumentos mas, desesperado, insistiu junto ao sogro até convencê-lo a destacar alguém para o projeto de urgência. Yamauchi encarregou Gunpei Yokoi de convocar o jovem aprendiz a quem mandara inventar algo.

— Mas ele não entende nada de videogames — observou Yoko.

Yamauchi declarou que não havia mais ninguém disponível. 0 escolhido não integrava nenhum dos grupos de engenharia; não era nem engenheiro, mas tinha entusiasmo e idéias interessantes sobre como se deveriam elaborar videogames.

Quando soube disso, Arakawa explodiu de raiva. Precisava de um jogo superior para salvar o negócio e Yamauchi punha um aprendiz inexperiente para fazer o serviço! Por que o sogro o seduzira com a idéia de conquistar os Estados Unidos se pretendia sabotar a operação? Estava de mãos atadas.

— Qual o nome do aprendiz? — Arakawa limitou-se a perguntar, em voz débil.

— Shigeru Miyamoto — informou Yamauchi.

Por hoje, vamos apenas relembrar uma das maiores fabricantes de videogames desde sempre e sua inestimável influência na cultura pop de todo o mundo. Parabéns Nintendo, até que você está bem para uma velhinha de 124 anos.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários