Meio Bit » Baú » Games » Como o Xbox One pode ter salvo o Crimson Dragon

Como o Xbox One pode ter salvo o Crimson Dragon

Crimson Dragon estava previsto para o 360, mas só sairá para o Xbox One, o que poderá ser muito bom, não só pelo parte visual.

23/09/2013 às 11:30

crimson-dragon

Durante a Tokyo Game Show de 2011 a Microsoft revelou a existência de um dos jogos que considerava mais promissores para o Xbox 360, o Project Draco. Alguns meses depois eles disseram que o game se chamaria Crimson Dragon e veio o balde de água fria, pois a única maneira de jogarmos seria usando o Kinect.

Os meses foram passando, o lançamento não aconteceu e o jogo de tiro sobre trilhos caiu no esquecimento, até que ficamos sabendo que ele se tornaria um título exclusivo do Xbox One, o que aparentemente será muito bom, não só pela questão dos gráficos.

Quando anunciamos a versão para o 360, tivemos muitas pessoas perguntando porque não poderiam utilizar o controle – então não pudemos ignorar esses fãs. Nós não podíamos usar apenas o Kinect, então repensamos a estratégia e centramos no joystick, mas mantivemos algumas funções do Kinect,” revelou Yukio Futatsugi, diretor do Crimson Dragon e mais conhecido por ser o pai da série Panzer Dragoon.

As funções a que Futatsugi se refere são por exemplo comandos de voz que poderemos dar aos dragões, que por sinal, poderão ser personalizados e então disponibilizados na Live para que outros jogadores possam alugá-los e assim nos render algum dinheiro virtual para ser usado durante a aventura.

Embora esteja sendo ignorado por muitos, Crimson Dragon tem boas chances de ser um dos destaques do lançamento do Xbox One, onde será vendido apenas digitalmente pelo preço de US$ 20. Por gostar muito do Panzer Dragoon, este é certamente um dos jogos que mais gostaria de jogar no novo console, ainda mais depois de saber que agora não seremos obrigados a ficar “dançando” diante do Kinect.

Fonte: Polygon.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários