Meio Bit » Baú » Games » É oficial: PayPal não sabe lidar com crowdfunding

É oficial: PayPal não sabe lidar com crowdfunding

Após atrair publicidade indesejável, PayPal revisa suas políticas para evitar congelar dinheiro de projetos financiados via crowdfunding

16/09/2013 às 10:45

frozen-dollars

A constatação nem veio dos usuários ou desenvolvedores prejudicados após alguns projetos terem os valores congelados pela financiadora, mas dela própria. Em comunicado a empresa admite que o formato é muito novo e ainda não sabe lidar com ele de forma adequada, por isso está cogitando mudar suas políticas para evitar problemas futuros.

O PayPal chegou à conclusão que a péssima publicidade que vem atraindo nos últimos tempos não vale o esforço e por conta disso resolveu que vai revisar suas políticas. O primeiro caso envolveu o projeto do jogo de luta Skullgirls, financiado pela Lab Zero Games: após arrecadar mais de US$ 800 mil, o dinheiro foi congelado de modo a "proteger os interesses dos doadores", e só seria liberado após a conclusão do projeto. A desenvolvedora teve problemas para pagar seus colaboradores e só depois de muita negociação teve o dinheiro liberado.

Nas últimas semanas novamente o PayPal aprontou, bloqueando o dinheiro de mais três projetos: o cliente de e-mail MailPile e os games Yatagarasu: Attack on Cataclysm e Dreamfall Chapters: The Longest Journey. Este último merece destaque pelo seguinte: diferente dos demais que foram financiados via Indiegogo, o game da Red Thread Games levantou mais de US$ 1,5 milhão no Kickstarter, que usa o Amazon como opção de pagamento. O problema é que o PayPal ainda processa uma parte do dinheiro e ela bloqueou o que passou por sua mão. Em todos os casos, ela só liberou a grana após os casos estourarem nas redes sociais e consequentemente na mídia, atraindo a atenção até mesmo da Forbes.

O PayPal se defende, alegando desejar proteger o interesse dos clientes que investem seu dinheiro, mas o fato é que com essa atitude cria-se um loop infinito: o desenvolvedor precisa do dinheiro para dar luz à sua ideia, entretanto o PayPal o bloqueia e diz que só o liberará quando o projeto for concluído. Criou-se então um MO ridículo:

  • Desenvolvedor lança o projeto e consegue o dinheiro;
  • PayPal bloqueia o dinheiro e só o liberará após o projeto ser concluído;
  • Mídias sociais caem em cima, PayPal volta atrás e libera a grana após toda a má publicidade.

A solução encontrada pelo PayPal é de que a partir de agora, cada projeto será individualmente analisado por um membro sênior da financiadora, para garantir que todo o processo será seguro e não colocará em risco o dinheiro investido. Ainda que seja bem intencionado, é fato que os projetos andarão de forma mais morosa daqui pra frente.

De certa forma a preocupação da financiadora é legítima, afinal casos de projetos fracassados em que os investidores perderam o dinheiro já ocorreram, duas vezes. Entretanto bloquear o dinheiro não é a mais inteligente das atitudes, e mesmo que ainda não seja a forma ideal, ao menos a empresa acordou para a burrada que estava fazendo.

Fonte: The Register.

relacionados


Comentários