Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Depois de Tekken, Namco também lançará uma versão Free-to-Play de Soul Calibur

Depois de Tekken, Namco também lançará uma versão Free-to-Play de Soul Calibur

Assim como Tekken Revolution, Soul Calibur: Lost Swords será um jogo de luta Free-to-Play exclusivo para o PS3

11/09/2013 às 17:57

soul-calibur-v

Quando a Namco anunciou que Tekken Revolution seria um título Free-to-Play, muitos se perguntaram como a empresa monetizaria o game, se vendendo personagens, modos de jogo, roupas ou tudo isso. No fim das contas a empresa mandou muito bem ao disponibilizar um jogo gratuito completo, que na verdade vende créditos de jogo.

Funciona assim: as fichas para os modos Arcade ou Versus dão respawn após um determinado momento, e cada combate vencido contra um adversário online rende um Golden Ticket, que se usado para jogar rende mais pontos de experiência. Caso seus créditos acabem restam duas opções: ou esperar algumas horas ou comprar mais fichas. O jogo é atualizado constantemente e vira e mexe recebe personagens novos.

A estratégia deu tão certo que a Namco ampliou a game de games com o formato, como provam o lançado apenas no Japão Mobile Suit Gundam: Battle Operation e os futuros Ace Combat Infinity e Ridge Racer Driftopia (uma versão free de RR Unbounded). Agora a empresa pretende fazer o mesmo com sua outra grande franquia de luta, o conto de espadas e almas Soul Calibur.

Anunciado na Famitsu dessa semana, Soul Calibur: Lost Swords será um título exclusivo do PS3 e muito provavelmente seguirá o mesmo molde de Tekken Revolution; até o momento apenas os personagens Mitsurugi e Siegfried estão confirmados, e a Namco promete mais novidades para a Tokyo Game Show.

soul-calibur-lost-swords

Ainda que possa parecer esquisito a iniciativa se mostrou satisfatória com Tekken, e se o formato dá lucro e permite um jogo bem elabora instalado em praticamente cada PS3, por quê não arriscar? O único perigo é o formato ser (ainda mais) canibalizado com todas as empresas correndo atrás dele e pior, utilizando o famigerado método Pay-to-Win, o que seria um desastre

Fonte: Gematsu.

relacionados


Comentários