Meio Bit » Baú » Software » Desafio Maddog, Campus Party e a tradicional dúvida entre malícia e ignorância

Desafio Maddog, Campus Party e a tradicional dúvida entre malícia e ignorância

23/12/2008 às 18:26

Jon Maddog Hall, o Stallman do Bem propôs um desafio bem legal para a Campus Party, em Janeiro: Um concurso para escolher as melhores criações de músicas e vídeos feitas sob licença Creative Commons e usando somente Software Livre. (mais detalhes aqui)

Até aí tudo bem, não é diferente da Microsoft fazer um concurso e exigir que os programas participantes utilizem .Net ou componentes específicos, embora os freetards chiem quando os Malvados de Redmond fazem esse tipo de concurso.

O problema é que uma brincadeira legal que dará exposição a diversas ferramentas livres, servirá de vitrine para criadores e tem tudo pra ser divertido virou mais um palanque ideológico onde a VERDADE é colocada de lado em nome do evangelismo. Vejam o que diz Marcelo Branco, Diretor-Geral da Campus Party e coordenador da SoftwareLivre.org:

"Os programas comerciais fechados que existem no mercado para criar multimídia custam caro, reduzindo a possibilidade de serem usados por muitas pessoas. E muitas vezes limitam a criatividade do usuário por não permitirem executar determinadas idéias".

Um velho ditado diz para nunca atribuir à malícia o que pode ser explicado pela ignorância, então assumo que o Marcelo ignora COMPLETAMENTE o mundo do software de criação multimídia. Sem falar o próprio conceito de Software Livre.

Marcelo, meu querido, é FREE AS FREEDOM, não FREE AS BEER. Você está apelando pro fator custo quando não é esse o conceito. Converse com o Maddog, ele explica em detalhes.

Quanto aos softwares em si, vamos lá. Já ouviu falar do iMovie? É um dos programas de edição de vídeos mais usados no mundo, quase tudo no YouTube é feito nele. Vem de graça com todo Mac. Se você quiser também pode baixar do site da Apple o iMovie 2006, que tem uma das maiores comunidades do mundo de criação de plugins, efeitos, animações, etc. As especificações são abertas, você pode criar seus próprios plugins.

Ah, conhece esse programinha aqui?

garageband

É o GarageBand, um programa de qualidade profissional para mixagem de áudio. Quanto custa? Nada, vem com todo Mac, igual ao iMovie. E se você quiser pode baixar mais 1,2GB de samples para usar nas suas gravações.

No mundo Windows também não é exatamente um horror. O Windows Movie Maker é um editor de vídeos com mais recursos que o iMovie 2008, e uma comunidade MAIOR que a do iMovie. Quer um efeito? Visite estes foruns aqui. Você sairá com um bloquinho de código XML com o que precisa. Não achou? Há um SDK inteiro para o Movie Maker. Aberto o bastante?

Pois é, o Windows Movie Maker vem com qualquer Windows Vista da vida.

Eu apóio software bom, seja livre ou não, por isso uso Firefox até no meu Mac, mas existe uma diferença entre apoiar algo e praticar perjúrio. Alegar que é possível criar bons materiais com ferramentas livres é algo que eu concordo plenamente, mas dizer que as alternativas comerciais são caras e limitantes, aí já é forçar a amizade.

relacionados


Comentários