Meio Bit » Baú » Indústria » Windows XP tem sua distribuição estendida mais uma vez

Windows XP tem sua distribuição estendida mais uma vez

23/12/2008 às 13:10

O sistema operacional mais adorado de todos os tempos vai continuar sendo vendido até 30 de Maio de 2009. A data anterior era 31 de Janeiro de 2009.

A demanda dos consumidores é clara: netbooks com Windows XP. E isso mostra como as pessoas são aversas a mudança, ao diferente. É uma aula sobre a baixa adoção do Linux no desktop mesmo depois de anos de melhorias: pessoas não gostam de mudança, porque saem de sua zona de conforto, do conhecido... e não roda MSN ou Office.

O Windows Vista não foi projetado ou preparado para dispositivos com capacidade limitada de processamento como no Asus Eee. Era uma época diferente (2003-2006) e no meio do caminho, a banda larga popularizou, o Windows XP ficou mais maduro e estável. Todo um ecosistema de jogos, aplicativos e dispositivos passaram a usar o Windows XP como sua plataforma de distribuição. Quem afirma que o browser substituirá o sistema operacional, deveria primeiro ler um livro do Tanenbaum sobre o que é um sistema operacional.

E quando os fabricantes optaram pelo Linux por causa da facilidade de configuração e customização viram seus equipamentos com o pinguim com uma enorme taxa de devolução. As pessoas compram, usam e devolvem por uma máquina com XP. Internet sim, sem o MSN, Office 2003 e uns joguinhos bobos para Windows, nem pensar. Não abriu o doc com os gráficos do trabalho, feito no Word? Esqueça. Eu já conheço 2 casos de família próxima que compraram notebooks de última geração, que rodam o Vista redondo (de verdade, muito bom) pedirem um downgrade porque "não consigo trabalhar nem me achar nele". E nem sabem o que é o Linux.

Então, os fabricantes exigiram da empresa e ela cedeu. Uma, duas, três e agora, mais uma. O Windows XP ensina:

- Bom o suficiente. Não é preciso ser tecnicamente excelente;
- O consumidor não quer e não precisa saber quantos ciclos são gastos para iniciar um processo;
- É muito rápido. Projetado e programado antes do ano 2000, o hardware de referência para a época era inferior ao que um portátil de hoje oferece;
- O Windows XP é de prateleira. Já vem pronto com drivers e é muito simples para o fabricante integrá-lo. Praticamente não existem componentes no mercado sem drivers para ele;
- Games e Aplicativos: muitos, muitos, mas muitos mesmo;
- É o mesmo sistema operacional usado no desktop, no notebook;
- Uma legião de desenvolvedores: developers, developers, developers (D3). Isso significa mão-de-obra e conhecimento abundante no mercado;
- .Net Framework: a nova plataforma de programação da Microsoft garante compatibilidade dos softwares criados para Windows XP, Vista, 7 e futuros lançamentos. Isso garante que o conhecimento adquirido agora servirá para o futuro.

Pelo visto, o Windows XP terá um período de transição não com o Vista, mas com o Windows 7.

Fonte: TGDaily

relacionados


Comentários