Meio Bit » Baú » Games » Jovem atira nos pais por causa de Halo 3

Jovem atira nos pais por causa de Halo 3

15/12/2008 às 21:08

Daniel Petric, 16 anos, dono de um 360. Na época de lançamento de Halo 3 ele foi proibido de comprar o jogo pelos seus pais, mas mesmo assim foi à uma loja e comprou. Quando ele voltou para casa foi pego pelos pais, que tiraram pegaram o jogo e trancaram-no em um cofre junto com uma pistola 9mm.

luigi_dp_15_12_08

Depois de um tempo, no dia 20 de Outubro de 2007, o Daniel foi até o quarto e disse “Fechem os olhos que tenho uma surpresa.”. E quando os pais fecharam os olhos ele atirou. Um tiro na cabeça de cada um.

O pai Mark Petric, ministro na Life Assembly of God, sobreviveu graças a sua filha, que tinha acabado de chegar com o marido para ver um jogo. A mãe, Susan Petric, morreu na hora.

Agora o jovem tem 17 anos e está em julgamento. O advogado de defesa disse que seu cliente estava sobre forte pressão, já que um acidente com snowboard o fez ficar em casa durante um ano, só jogando video game e assistindo TV.

Durante o julgamento, Daniel disse ao seu pai: “Pai, me desculpa pelo que fiz com você, com a mamãe e com a família. Estou feliz que você esteja vivo.”
A resposta do pai foi: “Você é meu filho, meu garoto.”

Estou na mesma situação que o editor do Kotaku, não sei o que pensar. Por um lado o advogado de Daniel está certo, deve elevar muito a tensão de alguém que passa um ano sem fazer exercícios físicos.

Mas por outro lado é um ato de enorme irresponsabilidade e idiotice atirar nos pais por causa de um jogo. Dêem suas opiniões nos comentários.

[via Kotaku]

relacionados


Comentários