Meio Bit » Baú » Mobile » Netbooks - quando as softhouses vão se coçar?

Netbooks - quando as softhouses vão se coçar?

05/12/2008 às 20:15

Os netbooks como o Eee PC, o MSI Wind e outros estão vendendo feito água, e gerando resultados que sacodem o Mercado. Criaram um desktop onde o Linux é relevante, e fizeram com que a Microsoft tirasse a corda do pescoço do XP, só para citar alguns exemplos.

Hoje todo mundo está lançando netbooks, o nosso só não saiu por falta de pessoal, a equipe está ocupada finalizando o MeioBit Linux, nossa distro. (O mercado de distros Linux é o único que tem mais variedade que o de netbooks, mas me disperso...)

Os netbooks se vangloriam de rodar as mesmas aplicações que seus irmãos mais velhos, mas isso é vantagem mesmo? Estamos falando de máquinas limitadas em recursos E principalmente em espaço de tela. Os maiores se espremem em 11 polegadas, e embora isso seja algo de se vangloriar em algumas áreas, na informática portátil é um número pífio.

Eu não preciso do Office 2007 inteiro em um EeePC, nem sequer do OpenOffice inteiro. Uma versão leve traria bastante vantagem em termos de velocidade de carregamento e consumo de recursos, mas eu aceitaria a velocidade atual e o desempenho SE fosse uma versão otimizada para o espaço de tela dos netbooks.

Isso vale para as aplicações online também. Já viu um GMail ou um Google Reader em um Asus Eee 701 do mais baratinho, com tela de 7 polegadas e resolução de 800x480?

Um dos motivos do sucesso do iPhone como plataforma de acesso online é que apesar de renderizar muito bem páginas convencionais, ele também atraiu o desenvolvimento de sites específicos, adequando o conteúdo ao formato de tela e às limitações da interface.

Imagino que sites oferecendo versões formatadas para netbooks, programas e jogos específicos para o hardware limitado possam se tornar alternativas lucrativas, demandando pouco investimento.

Com certeza uma aplicação como o Dreamweaver ou o Photoshop funcionariam melhor se reformatadas, já que mesmo em monitores de 19" já nos sentimos apertados...

relacionados


Comentários