Meio Bit » Baú » Games » A culpa é dos games (mais uma vez)

A culpa é dos games (mais uma vez)

03/12/2008 às 7:29

Sério. Eu não consigo entender porque certas pessoas implicam tanto com os videogames. Com tantas coisas aterradoras acontecendo no nosso querido planeta, o que leva o sujeito a achar que o culpado são os jogos eletrônicos? Ao menos é assim que pensa a Timothy Plan, uma firma de investimento da Florida.

A empresa que se considera conservadora cristã elaborou um memorando alertando os pais que sairão as compras de fim de ano sobre 30 games que deveriam ser evitados por serem extremamente ofensivos.

Entre os citados estão cartas marcadas como GTA IV e Saints Row 2, mas até mesmo o MMO World of Warcraft: The Burning Crusade, mas algumas citações vem chamando a atenção da mídia especializada, como o argumento para a entrada do jogo Army of Two.

A lista (veja o pdf aqui) que critica fortemente jogos com temáticas homossexuais, coloca o Fable II e o jogo de tiro como de extremo risco devido a insinuações entre personagens do mesmo sexo. Então o documento faz a seguinte declaração:

dori_aot_03.12.08 Army of Two: Encontros homossexuais:… sentimentos razoavelmente homo-heróticos entre os dois principais personagens está presente.”

Ele continua dizendo o seguinte:

Muitos, senão a maioria, dos pais que compram jogos para seus filhos realmente não sabem do conteúdo sexual e violento que estão inseridos neles.”

Com essa segunda parte eu sou obrigado a concordar, embora não concorde com o contexto da declaração. Já quanto ao Army of Two, eu não joguei o game, mas acho que a reclamação dele não procede. Alguém que tenha dedicado algumas hora ao game pode me corrigir caso eu esteja errado?

[via Videogaming247]

relacionados


Comentários