Meio Bit » Baú » Games » Minha vida por um punhado de ouro (virtual)

Minha vida por um punhado de ouro (virtual)

19/11/2008 às 17:35

Eu amo videogames. Desde criança sempre fui fascinado por eles e nunca consegui ficar muito tempo sem jogar um pouco, mas de vez em quando eu me surpreendo com a atitude de alguns jogadores e em se tratando de maluquices, talvez nenhum um outro grupo de jogadores vença os viciados em World of Warcraft.

Pegue como exemplo um sujeito que conseguiu chegar ao nível máximo de evolução do jogo apenas 27 horas após o lançamento da atualização Wrath of the Lich King. Imagine você, ficar mais de um dia jogando direto. O pior é que outras pessoas fazem o mesmo, porém, nem todas conseguem um final feliz.

Um jogador sueco de apenas 15 anos quase pagou com a própria vida pela sua irresponsabilidade. Após jogar por 24 horas seguidas, o garoto acabou tendo um colapso seguido de convulsões devido ao ataque epiléptico. O médico disse que o idiota moleque quase bateu as botas pois seu corpo sucumbiu perante uma combinação de falta de sono, de comida e um excesso de concentração por causa do jogo, mas deverá ficar bem.

Agora pense comigo. Embora o adolescente tenha sua parcela de culpa, onde estavam os pais desse menino que não virão ele trancado num quarto por um dia inteiro? E vamos mais além, embora o foco dos MMO seja a socialização, não consigo enxergar algo saudável em um pivete que fica internado por horas tentando se tornar melhor/mais forte/mais bonito que os outros a todo custo, ou será que eu estou errado?

dori_wow_19.11.08

[via GearFuse]

relacionados


Comentários