Meio Bit » Baú » Indústria » Jerry Yang deixa de ser CEO do Yahoo

Jerry Yang deixa de ser CEO do Yahoo

18/11/2008 às 14:33

Não é muita surpresa que ele esteja saindo do comando executivo da empresa, depois de ter recusado a proposta bilionária da Microsoft, para vender a empresa por 33 dólares por ação, ou um cheque de 47,5 bilhões de dólares.

No que pode entrar para uma das piores decisões da história de uma empresa de tecnologia, as ações do Yahoo valem hoje menos de 1/3 do que foi ofertado pela Microsoft. E é óbvio que os acionistas, que investem não por filantropia, mas para ganhar dinheiro, queriam a cabeça do executivo.

Internamente, Yang conseguiu convencer que o Yahoo valia muito mais e pediu 37 dólares por ação, e o atual chefão da Microsoft, Steve Ballmer, retirou a oferta. Resultado?

- A Microsoft ficou capitalizada, com dinheiro em caixa para enfrentar a crise por um longo período. E continuará investido em plataforma de serviços como o Azure.
- O negócio com a Google não vingou. O Departamento de Justiça ameaçou entrar com um processo contra o monopólio de propaganda online e isso assutou a empresa a desisitir do negócio. Mais uma bola fora para Yang.
- As receitas da empresa estavam caindo por 3 anos e agora, com uma crise de crédito, a tendência é cair ainda mais e sem muita saída para conseguir esticar dívidas.

A fúria dos investidores é justificável e a empresa pode ficar ainda mais fraca ao longo de 2009 e capitular diante de uma oferta hostil e muito mais barata. Quem acompanha o movimento das empresas, já sabe que o mercado de propaganda online está saturado e vai sofrer uma forte correção nos próximos meses. A Google sabe disso e corre para diversificar seus negócios e obter novas fontes de receita.

Mas se o Yahoo conseguir tirar alguma carta da manga e conseguir se reerguer, concorrência nunca foi algo ruim para nós, consumidores.

Fonte

relacionados


Comentários