Meio Bit » Games » EA anuncia fechamento da Visceral Games

EA anuncia fechamento da Visceral Games

Insatisfeitos com o jogo do Star Wars que o estúdio estava criando, Electronic Arts decide fechar a Visceral Games e com isso o game ficará a cargo de outro estúdio.

18/10/2017 às 8:32

dead-space

Fundada em 1998 como EA Redwood Shores, ao longo dos anos a Visceral Games foi criando alguns jogos interessantes, como o Future Cop: LAPD, The Lord of the Rings: The Return of the King, James Bond 007: Everything or Nothing e The Godfather, mas foi só em 2008 que o estúdio conseguiu conquistar uma legião de fãs e o responsável por isso foi um game chamado Dead Space.

Misturando de forma magistral ação, ficção científica e terror, ele nos colocava a bordo da nave de mineração USG Ishimura, onde passaríamos por maus bocados na pele do engenheiro Isaac Clarke. Com uma ambientação fantástica e conseguindo entregar um clima extremamente tenso, o jogo recebeu uma continuação muito boa e então veio o criticado terceiro capítulo.

Depois do Dead Space 3 a Visceral ainda trabalhou na criação do Army of Two: The Devil's Cartel e do Battlefield Hardline, ambos não muito bem aceitos nem pelo público nem pela crítica e com o anúncio de que o estúdio teve suas atividades encerradas, podemos dizer que a terceira aventura de Isaac Clarke foi o início do fim para a desenvolvedora.

A triste notícia foi dada pela Electronic Arts em seu site, que além de afirmar que a indústria está mudando, através do seu vice-presidente, Patrick Söderlund, disse o seguinte:

O nosso estúdio Visceral estava desenvolvendo um título de ação-aventura ambientado no universo Star Wars. Em sua forma atual ele estava moldando um jogo de aventura linear, baseado na história. Ao longo do processo de desenvolvimento estivemos testando o conceito do game com jogadores, ouvindo o feedback sobre o que e como eles queriam jogar e acompanhando de perto as mudanças fundamentais do mercado. Tornou-se claro que para entregar uma experiência que os jogadores queiram voltar e aproveitar por um longo tempo, precisávamos mudar o design.

Dado o histórico da EA e a maneira como a indústria está se comportando ultimamente, com até jogos single-player recorrendo a microtransações, tudo leva a crer que o tal Star Wars que a Visceral Games estava desenvolvendo não conseguiria explorar essa tendência que tem sido tão criticada por parte do público, mas enchido os cofres das editoras.

De qualquer forma, a verdade é que os altos executivos da Electronic Arts optaram por fechar mais uma porta, fazendo com dezenas de funcionários devam ser demitidos e entre eles provavelmente estará Amy Hennig, game designer que em seu portfólio possui obras como Legacy of Kain: Soul Reaver, Jak and Daxter e Uncharted. De acordo com a empresa, eles ainda estão conversando com a profissional, mas não estranhemos caso chegue a notícia de que ela não faz mais parte do quadro de funcionários da EA.

Quanto ao Star Wars, agora ele ficará a cargo da EA Vancouver, com outros estúdios devendo ajudar na criação. Com isso o jogo não sairá durante o ano fiscal de 2019 e a empresa promete para breve uma nova janela de lançamento.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários