Meio Bit » Engenharia » Melhor Coréia estaria testando armas biológicas em seus mísseis, mas não se preocupe.

Melhor Coréia estaria testando armas biológicas em seus mísseis, mas não se preocupe.

Informações estão apontando para a possibilidade da Melhor Coréia estar experimentando equipar seus mísseis com armas químicas e biológicas. Ouvindo assim parece assustador, mas acredite: não vai acontecer, por um motivo muito simples.

22/12/2017 às 17:24

unnamed-2

Armas químicas e biológicas são coisas terríveis. A ponto de nem Adolf Hitler ter apelado para elas. Depois de presenciar na 1a Guerra Mundial os efeitos do gás mostarda, ele se recusou a usar esse tipo de armamento, com medo da retaliação, que viria na mesma moeda.

Somente pessoas especialmente degeneradas usariam armas químicas, como Saddam Hussein usou em 1988 para dizimar a vila de Halabja, de maioria curda. Foram 10 mil feridos e 5 mil mortos.

Por isso a notícia de que a Melhor Coréia estaria experimentando técnicas para equipar seus mísseis balísticos inter-continentais com armas biológicas não é nada agradável. Fontes estimam que eles possuem em 2.500 e 5 mil toneladas de armas químicas e biológicas, e quase todo o planeta (menos o Brasil, CHUPA Grande Líder) estaria ao alcance dos mísseis deles.

É bem provável que ele tenha esse arsenal, mas fora os jornais, nenhum analista ou militar está realmente preocupado com a notícia.

Quase todos os países são signatários de tratados que banem armas químicas e biológicas, mas não é por bondade. A verdade é que armas desse tipo são… ineficientes. Sim, exterminam comunidades inteiras, mas um bando de civis inocentes é o que se chama de soft target. Uma tropa preparada teria um número de baixas bem menores.

Vento dispersa rapidamente agentes químicos, Sol mata os bichinhos malignos das armas biológicas e a eficiência final é baixíssima. Não compensa. Claro, se você for um líder terrorista como o Assad da Síria, e tiver uns litros de gás dando sopa, pode exterminar algumas centenas de seus próprios cidadãos, mas guerra guerra, não compensa.

O Grande Líder sabe, e tem um excelente motivo para não usar armas quimico-biológicas:

nuclear-weapons-head

Armas químicas e biológicas são armas de destruição de masa, e a doutrina de qualquer país é que um ataque desse tipo será respondido com um equivalente. Sendo que como nenhum pais civilizado tem mais um programa ativo de armas químicas e biológicas, a única resposta é nuclear.

Não faz sentido o Grande Líder lançar um ataque com uma arma ineficiente, sabendo que será respondido com alguns ICBMs ou bombardeiros B2 despejando dezenas de Hiroshimas na sua cabeça gorda.

A única estratégia viável é ele lançar um ataque nuclear a uma cidade menor, e avisar que caso façam qualquer coisa mísseis atacarão Tóquio, Seul e várias outras cidades da região. Em essência, você não espeta com uma faca de pão um sujeito que tem uma M60 na cintura.

Portanto, amigos que moram nas áreas-alvo da Melhor Coréia, fiquem tranquilos. Na pior das hipóteses vocês serão horrivelmente incinerados, mas ninguém vai ficar doente. E Feliz Natal!

drqtibgw0aeaodcan

relacionados


Comentários