Meio Bit » Games » Você costuma jogar novamente seus games?

Você costuma jogar novamente seus games?

Prática bastante comum antigamente, hoje dificilmente jogamos novamente um game que já terminamos. Para algumas pessoas, encarar um jogo pela segunda vez pode fazer com que eles se tornem muito melhores.

21/09/2016 às 10:17

videogame

Muitos aqui devem lembrar como era ser um apaixonado por videogames nas décadas de 80 e 90, quando o acesso a jogos era muito mais complicado do que hoje em dia e quando muitos nem tinham um videogame em casa. Isso fez com que as locadoras se tornassem nossas aliadas de peso e sem muitas opções, jogar um mesmo título inúmeras vezes nunca pareceu um problema.

O tempo foi passando, o cenário mudou e hoje é bastante comum vermos as pessoas lamentando por não conseguirem limpar suas listas de jogos em que nunca tocaram. Por causa disso, muitos se questionam se vale a pena dar uma nova chance a aquele jogo que já terminaram e para Kirk Hamilton, essa é uma prática que deveríamos adotar.

Em um interessante artigo publicado no Kotaku, o autor lista diversos pontos que justificam jogar algo novamente e abaixo deixarei um resumo deles:

Aproveitar a viagem com mais calma

Segundo Hamilton, quando jogamos algo pela primeira vez tendemos a encarar a campanha de forma mais rápida, já que queremos ver o quanto antes o desenrolar dos acontecimentos. Numa segunda partida esse sentimento naturalmente perde força e como exemplo ele cita o The Witcher 3, que terminou numa primeira vez em 60 horas, mas ao recomeçar o jogo já registra mais de 100 horas.

Apreciar melhor o trabalho feito pelos desenvolvedores

Se uma pessoa consegue encarar um jogo de forma mais tranquila, sem toda a afobação para chegar ao seu final, isso também pode fazer com que ela preste mais atenção ao cuidado que os criadores tiveram para produzir tal obra, tornando-a ainda melhor.

replayNão ter medo de soltar spoilers

Caso o game escolhido para ser jogado novamente seja mais antigo, a chance de soltarmos algum spoiler ao conversarmos com alguém diminui bastante, isso sem falar na maior probabilidade de encontrarmos pessoas que conhecem tal título. Outra vantagem é que assim podemos jogar lendo um guia sem aquela culpa de estragarmos a surpresa.

Maior chance de dominar o jogo

Se numa primeira vez passamos boa parte do tempo apenas aprendendo o que fazer, numa segunda podemos usar todo o conhecimento adquirido para mostrarmos nossas habilidades. Em determinados jogos como Darks Souls e o novo Hitman, esse conhecimento prévio poderá tornar tudo mais fácil e mais recompensador.

Poder jogar com um hardware melhor

O autor cita aqui as maravilhas de poder encarar um jogo em um computador mais forte, mas eu incluiria também as remasterizações que tem sido lançadas para os consoles. Em alguns casos os jogos acabam ficando muito mais próximos daquilo que eles deveriam ter sido quando lançados originalmente e um bom exemplo é o Shadow of the Colossus.

Não criarmos uma expectativa exagerada

É inevitável: sempre que um jogo está para ser lançado acabamos criando uma expectativa sobre ele que pode estragar completamente a experiência e, ao jogarmos uma segunda vez, toda a ideia preconcebida que tínhamos acaba sendo deixada de lado. Quem aqui nunca gostou de um título apenas ao lhe dar uma nova chance?

***

Não sei o que vocês pensam sobre tudo isso, mas concordo com praticamente todos os pontos citados por Kirk Hamilton e acredito que o ideal seria mesmo encararmos nossos jogos uma segunda, terceira ou até mais vezes. O meu único problema com fazer isso é: como rejogar algo, se não consigo tempo nem para conhecer o que tenho na coleção?

relacionados


Comentários