Meio Bit » Internet » YouTube Connect, a arma do Google contra Periscope e Facebook Live

YouTube Connect, a arma do Google contra Periscope e Facebook Live

Google também quer entrar na festinha do streaming mobile: o YouTube Connect seria a resposta de Mountain View às soluções do Twitter e Facebook

4 anos e meio atrás

youtube-gaming-streaming

Pelo visto todo mundo quer uma fatia do bolo do streaming móvel. Depois do Meerkat apresentar a excelente ideia de introduzir um app que facilita a transmissão de vídeos de usuários aos seus seguidores e ser devidamente massacrada por Twitter e Facebook, o Google aparentemente decidiu que não vai ficar para trás: de acordo com o Venture Beat a empresa está desenvolvendo uma ferramenta própria, chamada YouTube Connect.

A equipe do site apurou junto a um fonte do Google que um app móvel que cria um canal simples de transmissão de vídeos profundamente atrelado ao YouTube já está em desenvolvimento e não deve demorar para dar as caras, sendo capaz de fazer exatamente a mesma coisa que o Periscope e o Live, com o esperado suporte aos serviços da gigante das buscas. Disponível para iOS e Android, o usuário se loga com sua conta e inicia um streaming, muito provavelmente utilizando-se dos links ativos para anunciar a transmissão em outras redes sociais (porque duvido muito que Twitter e Facebook irão liberar o acesso a suas APIs a um serviço concorrente).

O Connect, diferente do Periscope contaria com hospedagem permanente (afinal é o YouTube) e também usufruiria de opções de chat e tags. Tal como os irmãos YouTube Gaming e Red, o usuário terá acesso a uma coluna com as transmissões ao vivo e arquivadas dos canais que ele acompanha. Tudo simples, prático e rápido.

Para quem estiver utilizando outras plataformas, o streaming será disponibilizado normalmente no YouTube como já ocorre com transmissões do Hangouts e do Gaming, sem segredos aqui. Ninguém ficará sem assistir.

O Google se recusou a comentar sobre o assunto mas sinceramente, o movimento de Mountain View chega a ser óbvio: ao ver seus principais adversários no campo de redes sociais batendo cabeça no formato, e já contando com a maior plataforma de transmissões de vídeo do mundo por que diabos não aproveitar também? Agora só falta a Apple entrar também, com um serviço similar mas revolucionário.

Enquanto isso o pessoal do Meerkat está vendo essa farra toda do fundo do poço…

Fonte: Venture Beat.

relacionados


Comentários