Meio Bit » Miscelâneas » Uma em cada cinco pessoas utiliza bloqueadores de ads em seu smarthpone

Uma em cada cinco pessoas utiliza bloqueadores de ads em seu smarthpone

Chega de propaganda: cerca de 22% dos usuários mobile em todo o mundo (mais de 419 milhões) utilizam softwares que bloqueiam ads em seus smartphones

01/06/2016 às 9:31

adblock

As coisas vão ficar cada vez mais difíceis para quem depende de ads para fazer uma graninha, principalmente no cenário móvel: um estudo recente revela que 22% dos donos de smartphones utilizam algum tipo de meio para bloquear as propagandas indesejadas em seus gadgets.

Embora o fenômeno seja localizado, os números absurdos revelados pela pesquisa da PageFair (cuidado, PDF) acabam puxando para uma realidade que agências e empresas não estão curtindo. De um total de 1,9 bilhões de smartphones ativados e em funcionamento hoje, 419 milhões bloqueiam qualquer tipo de ads. Isso dá mais de uma em cada cinco pessoas.

Desse montante 400 milhões utilizam navegadores com bloqueadores de ads embutidos como o Opera, o Brave e o AdBlock Browser. Embora seja um número significativo apenas dois países respondem por mais da metade desse montante: China e Índia.

Só no País do Meio maos de 159 milhões de usuários que não querem ver ads em seus dispositivos e fazem uso exclusivo desses browser, enquanto a Índia fica com 122 milhões e a Indonésia agarra a terceira posição, com 38 milhões. O fenômeno é menos pronunciado na Europa e Estados Unidos, que juntos somam 14 milhões de dispositivos em funcionamento em que seus donos utilizam tais navegadores para acessar a internet.

Por outro lado, ambos continentes registram desde setembro de 2014 o download de mais de 4,9 milhões de sofuscares que barram ads tanto em navegadores quanto dentro de apps, como games e versões gratiuitas de aplicativos pagos. Digamos que este é um caminho sem volta.

É de interesse da PageFair no entanto tal cenário já que ela fornece soluções para bloquear ads indesejados, ao mesmo tempo que oferece outras abordagens para empresas. O grande problema nisso tudo é que cada vez mais sites estão apelando para o paywall, já que não conseguem monetizar seu conteúdo de outra forma e depender da boa vontade de seus leitores nem sempre dá certo. Certas parcerias que prometem retornar uma grana, mas não se sabe se isso será vantajoso para o dono do site no fim das contas.

Fonte: PageFair.

relacionados


Comentários