Meio Bit » Games » Para DrinkBox Studios, novos PS4 e Xbox One não afetarão os indies

Para DrinkBox Studios, novos PS4 e Xbox One não afetarão os indies

Enquanto alguns grandes estúdios estão preocupados com a possibilidade do PS4 e do Xbox One receberem versões mais operadoras, os criadores do Guacamelee! acreditam que isso não afetará os indies.

4 anos atrás

Guacamelee

Nas últimas semanas o que mais tem sido discutido entre os gamers é a possibilidade de Sony e Microsoft lançarem versões revisadas do PlayStation 4 e do Xbox One, o que permitiria que tais consoles pudessem contar com jogos com maior resolução e uma maior taxa de atualização de frames.

Para muitas pessoas, eu incluso, essa é uma ideia bastante perigosa, pois além de parecer uma baita sacanagem com os milhões de consumidores que já compraram as versões “mais fracas” lançadas há poucos anos, ainda pode gerar uma segmentação bastante prejudicial. Imagine por exemplo você disputar uma partida contra alguém, sendo que o seu jogo roda a 30 fps e o do adversário a 60?

Bom, as reclamações em relação a essa possível mudança de paradigma por parte das fabricantes é algo que tem acontecido mesmo por parte de alguns estúdios, mas quem não parece muito preocupado com o rumor é o pessoal da DrinkBox, que ganhou popularidade após o lançamento do ótimo Guacamelee!.

Para uma grande desenvolvedora, eles podem não gostar muito disso por causa do trabalho adicional que terão ao suportar diferentes versões de hardware,explicou o programador Chris Harvey ao site GamesIndustry. “Mas como uma desenvolvedora independente, não é um grande problema. Nossos jogos não estão exatamente levando esses dispositivos ao limite. Então, da nossa perspectiva, deverá existir alguma certificação adicional para terem certeza de que [o jogo] funciona, mas não irá mudar fundamentalmente a maneira como desenvolvemos os jogos para os consoles.

A opinião de Harvey é interessante pois temos a tendência a pensar que qualquer “mudança nas regras” sempre será prejudicial para os estúdios menores, mas neste caso é justamente o tamanho de suas criações que deverá salvar os indies de um gasto adicional maior (e certamente indesejado).

Já para os jogadores, essa espécie de imunidade dos menores aos novos consoles pode significar até um aumento na oferta de títulos com uma alta dose de criatividade e que muitas vezes são evitados pelas grandes editoras, que preferem continuar apostando nas mesmas fórmulas de sempre.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários