Meio Bit » Fotografia » Mac × PC — desempenho no Lightroom

Mac × PC — desempenho no Lightroom

Veja uma comparação, feita pelo pessoal do SLR Louge, sobre o desempenho de um iMac e um PC customizado com o mesmo custo.

4 anos atrás

mac_vs_pc

Muito tempo atrás, em uma galáxia muito distante, existia o pensamento não contestado de que, para trabalhar com programas voltados a edição de imagem e vídeo, o melhor era ter um Mac. Muita gente repetia isso como mantra e ninguém questionava. Fora o fato do status de ter um Mac, esse pensamento realmente era verdadeiro.

Trabalhei com Mac alguns anos de minha vida profissional. Adorava o desempenho e, principalmente, a qualidade da imagem no LCD. Porém, cerca de 1 ano atrás, o meu Mac morreu e tive que fazer uma difícil escolha: continuar com a plataforma e vender um rim para pagar os preços vigentes, ou simplesmente voltar para o PC e conseguir comprar uma máquina muito mais potente pela metade do preço. A decisão foi por um equipamento da Dell e não me arrependo. Ter um Mac hoje é um luxo. Para quem trabalha profissionalmente tudo se resume a custo benefício. Deste ponto de vista a Apple não serve mais para mim e para outros que tomaram a mesma decisão.

Só que faltava um teste para mostrar como as coisas estão defasadas na relação potência e preço. O SLR Louge fez uma comparação interessante. Eles pegaram um iMac de 27 polegadas retina display com resolução 5K, que nos Estados Unidos custa a bagatela de US$ 4.331, e usaram essa mesma quantia para montar um PC customizado. Depois colocaram os dois para brigar ao executar ações rotineiras com o Adobe Lightroom. Esse é um bom programa para fazer testes, visto que ele é um comilão de poder de processamento e memória RAM.

O iMac estava rodando com processador i7 quad-core 4,00 GHz; 32 GB DDR3-1866, AMD Radeon R9 M395X com 4 GB de memória de vídeo (VRAM) e HD Flash de 1 TB. Com o mesmo preço do iMac foi possível montar um PC com Intel i7-5960X @ 3,00 GHz em overclock para 4,5 GHz, ASUS ROG RAMPAGE V EXTREME, EVGA nVidia GeForce GTX 980 Ti, Samsung 850 EVO 1 TB SSD, 64 GB de RAM e monitor EIZO 27″ FlexScan IPS Display 2560×1440.

Para o teste foram utilizadas 1.121 fotos em RAW feitas com a Canon 5D Mark III e Canon 5DS. Cada teste foi realizado 3 vezes. Vejam abaixo alguns resultados.

Importação das 1.121 fotos direto do HD: Mac (26,81 segundos) PC Customizado (12,51 segundos). O PC foi 114% mais rápido.

Criação dos Smart Previews: iMac (26 minutos e 01 segundo), PC (19 minutos e 22 segundos). O PC foi 26% mais rápido.

Criação de Panoramas — foram utilizadas 5 fotos de 50 megapixels cada da EOS 5DS. O iMac levou 28,5 segundos para mostrar a visualização e 1 minuto e 31 segundos para gerar o arquivo. O PC mostrou a visualização em 12 segundos e levou 59,32 segundos para montar o arquivo. O PC foi 35% mais rápido.

A conclusão é que para um estúdio profissional não compensa trabalhar com uma máquina cara e, em média, 25% mais lenta do que a concorrente pelo mesmo preço. Nada contra a Apple e a qualidade de seus produtos, mas esse teste só veio para comprovar o que já sabíamos. Para quem trabalha profissionalmente o custo benefício de um Mac não existe mais. A meu ver, o ganho de tempo no processo de edição é mais importante do que realmente o valor. Tudo se resume a quanto tempo você vai ter que passar em frente ao computador para fazer o mesmo serviço e 25% é muito tempo para quem trabalha 8 horas por dia.

Fonte: Petapixel.

Leia mais sobre: , , , , , , , .

relacionados


Comentários