Meio Bit » Games » Kojima não quer que seu estúdio se torne um gigante

Kojima não quer que seu estúdio se torne um gigante

De acordo com Hideo Kojima, a intenção é manter seu novo estúdio com poucos funcionários e trabalhar nos projetos como se fossem uma desenvolvedora indie.

4 anos e meio atrás

cerny-kojima

De todas as confusões notícias envolvendo a saída de Hideo Kojima da Konami, acho que a mais assustadora foi aquela que falava sobre os maus tratos que os funcionários da editora vem recebendo nos últimos anos. Agora, com o game designer trabalhando em parceria com a Sony, mas sendo o responsável por seu novo estúdio, ele revelou que espera que por lá as coisas sejam bem diferentes.

Ao participar do DICE, Kojima-san falou sobre como pretende fazer com que sua equipe sinta-se confortável e revelou alguns detalhes desta nova etapa da Kojima Productions e consequentemente da sua carreira.

A fim de criar algo que que seja realmente de qualidade, você precisa de tecnologia, mas mais do que tecnologia, você precisa de pessoas. Você precisa de pessoas talentosas. Criarei um ambiente onde as pessoas desenvolverão seus talentos. Por ambiente quero dizer as locações físicas do lugar, as instalações, o tipo de ambiente de trabalho que é desenvolvido lá.

 

Houve tempos em que eu tinha uma equipe que cresceu acima de 200 pessoas e neste ponto a metodologia se provou muito difícil. Era impossível estar junto e polir tudo. Para este novo estúdio eu definitivamente quero manter o tamanho da equipe de certa forma limitado.

O fato de o estúdio ser localizado em Tóquio não significa que por lá as coisas funcionarão como em outras empresas do país, com os escritórios sendo pequenos e seguindo a tradicional disciplina japonesa, pois na opinião do criador do Metal Gear, as coisas não precisam ser desta maneira quando se pensa em atingir um público global. Além disso, a ideia é fazer da Kojima Productions uma espécie de desenvolvedora indie, onde todo mundo faça um pouco de tudo, distanciando-se assim da sensação de estarem numa fábrica, onde cada funcionário desempenha um papel específico.

É difícil dizer se tal ideologia nasceu há bastante tempo, mas o próprio Kojima afirmou que a vigem que fez pelo mundo ao lado do engenheiro do PlayStation 4, Mark Cerny, o ajudou a ver como diversos estúdios funcionavam e um dos lugares que mais impressionou o japonês foi a sede da Media Molecule, empresa que nos deu títulos como LittleBigPlanet e Tearaway, ganhando muitos admiradores justamente pela criatividade empregada neles.

Se Hideo Kojima pretende criar algo tão grandioso quanto seus jogos anteriores ou se (re)começará apostando em projetos menores e mais criativos, ainda não temos como saber, mas o simples fato dele estar buscando coisas novas — mesmo que seja apenas na estrutura do desenvolvimento — já me parece um ótimo sinal.

Fonte: IGN.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários