Meio Bit » Filmes e séries » Exclusiva da PSN, série Powers foi cancelada

Exclusiva da PSN, série Powers foi cancelada

Co-criador da franquia Powers revela que a série — exclusiva da PlayStation Network — foi cancelada, mas diz que uma terceira temporada ainda poderá acontecer.

04/08/2016 às 8:31

powers

Eu costumo carregar comigo uma espécie de código moral que me impede de abandonar um filme, um livro ou uma série de TV pela metade. Porém, por mais que eu tente me manter fiel a ele, nem sempre consigo seguí-lo e com a Powers foi o que aconteceu.

Mesmo sem nunca ter lido uma página da HQ publicada pela Marvel, a sua premissa me chamou a atenção. A ideia de mostrar pessoas normais lidando com super-humanos sempre me agradou, então certo dia decidi dar uma chance à série exclusiva da PlayStation Network e… que decepção.

Além do enredo fraco, dos diálogos sem graça e dos efeitos especiais pobres, o que mais me incomodou foi a péssima atuação e não precisou mais do que dois episódios para me fazer desistir da série. Desde então comecei a me perguntar se a produção melhorou com o passar do tempo, mas pelo jeito eu não fui o único a não gostar dela.

A triste(?) notícia foi dada por Brian Michael Bendis, produtor e co-criador que usou sua conta no Twitter para dizer que a segunda temporada marcará o fim da série na TV, mas com o cuidado de deixar no ar a possibilidade de a situação mudar no futuro. Segundo ele, episódios isolados costumam ter muitas visualizações no Youtube, o que comprovaria a existência de uma enorme quantidade de interessados por aí, então pode ser que alguma empresa se interesse pela franquia.

Como atualmente é comum vermos serviços como o Netflix e o Amazon Prime investindo na criação de séries que foram canceladas, não duvido que a Powers encontre um lar em outro lugar, mas se isso acontecer, espero que ela alcance um nível de qualidade muito maior do que vi no início da primeira temporada lançada na PSN.

Mas independentemente do que acontecerá com a Powers, por enquanto uma coisa parece certa. A Sony não deverá mais investir na criação de programas exclusivos para a sua rede, decisão essa que a Microsoft já havia tomado e que mostra que criar séries é algo bem mais complicado (e arriscado) do que muitos poderiam imaginar.

Fonte: Gamespot.

relacionados


Comentários