Meio Bit » Indústria » Engenheiro despeitado da Volvo diz que piloto automático da Tesla não é isso tudo

Engenheiro despeitado da Volvo diz que piloto automático da Tesla não é isso tudo

Os outros fabricantes estão morrendo de inveja da atenção que a mídia está dando ao piloto automático da Tesla, e mesmo que Elon Musk explique que é só um auxiliar, as pessoas estão adorando. Agora a Volvo perdeu a linha e um engenheiro chamou a solução da Tesla de… pretensiosa.

4 anos atrás

6a00d8341c683453ef00e54f6d0b348834-800wi

O grande mérito do piloto automático da Tesla não é a tecnologia em si. Ela já existe faz tempo. Em dezembro de 2007 no Top Gear foi demonstrado um BMW 330i dirigindo sozinho na pista do programa. O que a Tesla fez foi refinar a tecnologia o suficiente para ela ser usada em condições reais, dentro do razoável.

Isso não pegou bem entre os outros fabricantes de carros, que pesquisam (vide vídeo) faz tempo direção autônoma, mas como são extremamente conservadores seus advogados não deixam que lancem nenhum recurso até que ele esteja extremamente testado e seguro, exceto quando são carros que explodem sozinhos como o Ford Pinto, ou airbags defeituosos como os airbags da Takata, ou as ignições da GM que a empresa diz não ter problema mas mataram 124 pessoas, geraram um recall de 30 milhões de carros e US$ 900 milhões entre multas e indenizações.

Mas o problema é a Tesla.

Ao menos é o que Trent Victor, engenheiro-sênior da Volvo anda dizendo. Segundo ele o sistema da Tesla é semi-autônomo só funciona quando tudo está ok, em caso de problema exige que o motorista assuma. Victor fala que a solução da Tesla parece ser autônoma mas é pura pretensão.

É óbvio que os Teslas (ainda) não são o KITT, mas também não são Christine. Há uma margem bem maior entre o que o sistema faz sozinho e o momento em que pede ajuda, e muita gente já descobriu isso da melhor forma: senso salva por seu Tesla.


Jon Hall — Tesla Autopilot saves the day

A Volvo promete para ano que vem começará os testes-piloto de seu sistema totalmente automático e muito melhor. Sinceramente venho ouvindo isso faz tempo. Todo mundo lembra daquela clássica imagem de um comboio de carros autônomos em uma freeway de Los Angeles, naqueles programas Além do Ano 2000, e se formos mais atrás mesmo, carros autônomos eram promessa e protótipo em 1961.


The 1960s self-driving car

Soluções como a da Tesla poderiam ter sido anunciadas 5, 10 anos atrás, mas as empresas que ocultam falhas de projeto de forma criminosa morrem de medo de liberar recursos que podem ser alvos de crítica. Resultado? Ficam para trás e acabam passando vergonha dupla, como nesta demonstração do sistema de detecção de pedestres da Volvo:


Carlos Ariza Baber — Volvo Collision avoidance System Fail

Fonte: The Verge.

relacionados


Comentários