Meio Bit » Ciência » Você não vai acreditar no filme que esse astronauta levou pra ISS. (spoiler: Gravity)

Você não vai acreditar no filme que esse astronauta levou pra ISS. (spoiler: Gravity)

Esses astronautas são muito zueros. Mal receberam o novo brinquedo, um telão Full HD de 65 polegadas, organizaram uma noite de filmes. Qual eles passaram? Gravity, claro.

5 anos atrás

spocksbrain_ViewScreenGag

Em ficção científica toda nave que se preza (nave, não cabine telefônica) tem um telão. Na vida real a ISS é controlada com patéticos notebooks de dez anos atrás, mas agora isso vai mudar. Em março subiu pra estação uma Soyuz e entre outros itens levaram um kit da Screen Innovations.

Sim, algo tão trivial quanto uma tela para projetor precisa ser especialmente… projetada. Telas normais dependem de gravidade para fixação e alinhamento, na Estação não há esse luxo. Também não poderia ocupar muito espaço, nem demorar para ser instalada. O pessoal da Screen Innovations aproveitou que um dos engenheiros deles tinha experiência na indústria aeroespacial e depois de alguma bateção de cabeça, conseguiram!

nasa-screen

A tela, além de ser certificada pra Full HD, passou por um monte de testes, como absolutamente não ser inflamável, não soltar fragmentos, não ter cheiro e ser resistente a manchas, pois é comum na ISS restos de comida e outras nhacas não-identificáveis flutuando pela cabine.

Também capricharam no projetor. A lâmpada de um projetor normal dura com sorte 3.000 horas. Isso é muito pouco, quando 1 kg de carga até a ISS custa US$ 10 mil. Escolheram então um projetor a laser, certificado para 30 mil horas de uso contínuo.

O resultado é que os astronautas agora têm uma tela de 65 polegadas para treinar, visualizar informações importantes e, quando acabar o expediente, ver um filminho. Escolhido pelo Scott Kelly, nada menos que o excelente… Gravity.

CDdvzM3WMAAxI3q

Como todos ali são astronautas treinados, só ficarão apavorados com as liberdades tomadas pelo diretor, como a inexplicável morte do George Clooney ou como o Hubble, a ISS e a Estação Espacial Chinesa estarem impossivelmente próximas. Não, eu adoro Gravity, mas da mesma forma que filmes de submarino, se você for 100% fiel à realidade, o filme será um saco.

Assistir Gravity aliás poderia se tornar uma tradição na Estação Espacial, da mesma forma que os cientistas na estação polar Amundsen-Scott, na Antártica têm a tradição de uma vez por ano assistir ao clássico de John Carpenter, O Enigma do Outro Mundo.

Fonte: Screen Innovations e Popular Mechanics.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários