Meio Bit » Engenharia » US Navy testa catapulta eletromagnética

US Navy testa catapulta eletromagnética

Notícia ruim, Maverick: vapor agora só na sauna. A US Navy vai abandonar as catapultas a vapor, irá lançar aviões com catapultas eletromagnéticas, e os primeiros testes embarcados já estão rolando…

09/06/2015 às 12:15

990529-N-6119T-001-TR229 The Adriatic Sea, May 29, 1999 —    An F-14 Tomcat Jet Fighter, assigned to Fighter Squadron Four One (VF-41) "Black Aces", powers up for its catapult launch off the deck of USS Theodore Roosevelt.  The aircraft and Roosevelt are conducting night strikes in support of NATO's Operation Allied Force.  U.S. Navy photo by Photographer's Mate 1st Class Dennis D. Taylor.  [990529-N-6119T-001-TR229] May 29, 1999

O uso de catapultas para lançar aviões é tão antigo quanto a aviação. Surgiu com os Irmãos Wright, mas não foi empregado na 2ª Guerra Mundial; não havia necessidade, os aviões da época decolavam sem (muitos) problemas dos porta-aviões. Com o advento dos jatos isso se complicou.

A saída foram as catapultas a vapor, imensos pistões diretamente conectados nas linhas de vapor de alta pressão dos porta-aviões. Um gancho prende o trem de pouso ao pistão, o vapor é liberado e o avião é puxado, sendo acelerado a mais de 300 km/h em menos de 100 metros.

A desvantagem é que esse sistema exige muita manutenção, e manutenção especializada. E convenhamos, vapor em 2015 soa… antiquado.

Os novos porta-aviões projetados nos EUA trocarão a catapulta a vapor uma uma eletromagnética. O primeiro desses navios é o USS Gerald R. Ford, comissionado em 2013 mas ainda em desenvolvimento e certificação de sistemas. O mais recente desses é a catapulta eletromagnética, que foi testada com um trenó de 3,7 toneladas:

U.S. Navy — EMALS dead load testing begins aboard PCU Gerald R. Ford (CVN 78)

Obviamente em condições reais o navio estará em movimento. A catapulta e o motor no máximo sozinhos não bastam, é preciso estar contra o vento, navegando em uma velocidade razoável. Voar não é fácil.

Curiosidade: 60 anos atrás a Marinha dos EUA testava a então revolucionária catapulta a vapor, com um trenô e um filme virtualmente idênticos. Interessante essa sensação de que no fundo nada muda:

British Pathé — New Catapult For Jet Planes (1955)

Fonte: Engadget.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários