Meio Bit » Mobile » Tizen deixa BlackBerry para trás e se torna o 4º SO mobile mais usado do mundo

Tizen deixa BlackBerry para trás e se torna o 4º SO mobile mais usado do mundo

Não tá fácil para a ex-RIM: sistema mobile da BlackBerry é ultrapassado pelo Tizen da Samsung, caindo para 5ª posição de SOs mais utilizados em smartphones

5 anos atrás

blackberry

Nós sabemos que o mercado de smartphones, no que diz respeito a sistemas operacionais é dominado pelo Android, com o iOS lá atrás. O Windows Phone, embora sua popularidade esteja crescendo ainda fica bem atrás nos números. Claro, nada como a BlackBerry que vê o BB OS atrás de todos os outros; ainda assim a empresa podia dizer que ele era o quarto sistema mais utilizado do mundo.

Pois bem, era. De acordo com análise realizada pela Strategy Analytics, durante o terceiro trimestre a Samsung conseguiu a façanha de ver o Tizen, sua solução própria para o mercado móvel ultrapassou o sistema da ex-RIM, jogando os canadenses para a 5ª posição.

O Tizen é um SO mobile proprietário baseado em um fork do Meego, planejado inicialmente como uma opção alternativa ao Android mas que por enquanto figurou em smartphones de entrada, smartwatches e Smart TVs da companhia, neste último caso como forma de reagir à LG e seus aparelhos com webOS. O que surpreendeu todo mundo, inclusive a Samsung foi o excelente desempenho de vendas do Samsung Z1 na Índia e em Bangladesh, bem como em outros países do sudeste asiático.

samsung-z3

A excelente recepção do smartphone e de seu sucessor Samsung Z3, lançado no mês passado e que pode chegar à Europa e demais países em breve alavancou a presença do Tizen como um todo: na Índia ele já é o segundo SO mobile mais usado, deixando o Windows Phone para trás. A adoção em massa não se deu apenas por conta do preço baixo, mas por causa do esforço da Samsung em atrair desenvolvedores para a plataforma, cortando taxas sobre as vendas dos apps e oferecendo cursos e ferramentas.

Como um todo a fatia do Tizen ainda não chega nem perto dos três principais players, mas só o fato de ter deixado o BB OS para trás já deixou algo bem claro para a BlackBerry: se os canadenses pretendem continuar no mercado mobile, é Android ou nada. O Priv será um bom termômetro da receptividade do público e caso ele não dê certo, seria sensato a companhia jogar a toalha e abandonar os smartphones de vez.

Fonte: Strategy Analytics.

relacionados


Comentários