Meio Bit » Demais assuntos » Sony tenta explicar fracasso do PlayStation TV

Sony tenta explicar fracasso do PlayStation TV

Com as vendas ficando muito abaixo do que poderíamos esperar, Sony tenta explicar o que deu errado com o PlayStation TV.

22/06/2015 às 13:00

playstation-tv

Quando a Sony revelou ao mundo o PlayStation TV, confesso ter acreditado que o aparelho se transformaria num enorme sucesso. Com diversos microconsoles por aí vendendo razoavelmente bem, um aparelho com a marca PlayStation que nos permitisse consumir música, vídeo e ainda fosse compatível com jogos de PSP, PSOne e Vita parecia a materialização do sonho de muita gente, mas não é isso o que temos visto.

Hoje é possível encontrar o PS TV facilmente por US$ 49,50; metade do preço pelo qual ele chegou ao Estados Unidos, mas ainda assim muitas pessoas tem relutado em investir no aparelho e o presidente da Sony Worldwide Studios, Shuhei Yoshida, tentou explicar o que deu errado.

Ele não capturou a imaginação do consumidor. É um conceito difícil de explicar. Você pode dizer que ele é um miniconsole, que é um dispositivo de streaming de vídeo. Se dissermos que é um miniconsole, como outros miniconsoles, as pessoas esperam um dispositivo como o PS4 ou o Xbox One. Quando você diz que é um dispositivo de streaming, existem outros dispositivos com maior definição. Ele possui algumas coisas únicas, como permitir jogar games de PS4. Ele pode fazer muitas coisas, mas não é fácil dizer que uma delas é extremamente forte. Acho que a razão por não termos convencido as pessoas foi o preço original.

O curioso é ver uma empresa como a Sony, com tanto poder (leia-se, dinheiro!) sendo incapaz de divulgar um aparelho como ele deve, pois com tantas qualidades, não é possível que uma boa agência de publicidade não consiga fazer uma campanha que atinja boa parte do público a que um aparelho como este poderia interessar.

Acho que também contribui muito para as baixas vendas o fato da Sony, assim como tem feito com o Vita, não estar dando muita atenção para quem investiu no PS TV, ignorando por exemplo os pedidos para que o dispositivo tenha suporte a serviços básicos e muito adorados por quem compraria uma unidade, como por exemplo o YouTube ou o Netflix.

Ou seja, parece que investir em algo da Sony ultimamente é conviver com o risco de a qualquer momento ver o aparelho ser deixado de lado, a menos é claro que ele tenha um ótimo desempenho comercial, como o PS4.

Fonte: GameInformer.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários