Meio Bit » Hardware » LG G4 será “radicalmente diferente” do G3, segundo executivo

LG G4 será “radicalmente diferente” do G3, segundo executivo

COO da LG diz que G4 trilhará um caminho diferente do G3, com um design totalmente novo e possivelmente um chip que não será da Qualcomm

5 anos e meio atrás

lg-g3

Visual do LG G4 irá numa direção totalmente diferente do visto no G3

A LG tem planos ambiciosos para 2015: ela quer se firmar como a terceira maior fabricante de smartphones do mundo, atrás apenas da Apple e Samsung. Para isso algumas coisas precisarão ser revistas, e uma delas é justamente seu dispositivo de ponta.

Em uma conferência realizada em Barcelona durante a MWC 2015, o COO e co-CEO da LG Cho Jun-ho disse que o G4 será “radicalmente diferente” G3, tanto por dentro quanto por fora.

Enquanto Samsung, HTC e outras fabricantes se digladiam na MWC, a LG mais uma vez preferiu deixar tudo para depois, aproveitando uma “janela” entre os lançamentos da linha S da rival sul-coreana e o anúncio dos novos iPhones. Tem sido assim nos últimos anos, o G3 por conta disso não dividiu os holofotes com outros lançamentos grandes e para a LG isso funciona. Mas não é o bastante.

Dentre as mudanças que serão vistas no G4, o executivo destacou que o plástico do corpo dará lugar a um case de metal, muito provavelmente alinhado com o que a Samsung fez com o Galaxy S6. É fato, embora mais prático e barato um aparelho top com tal acabamento acaba depondo contra a imagem de um dispositivo premium, que deveria ter performance e design em harmonia. O G3 é um excelente smartphone, mas um case de metal atrairia mais olhares do público.

Este é um ponto. O outro diz respeito às entranhas do futuro aparelho, mais precisamente seu SoC. Assim como a Samsung, a LG não quer depender para sempre da Qualcomm, que domina o mercado de smartphones com seus chips. A gente sabe que a companhia está investindo em seus próprios chips assim como a Samsung, outra que não quer depender de terceiros e preferiu utilizar sua própria linha Exynos no S6 e S6 Edge, e de acordo com o co-CEO a LG fará o mesmo:

Produzir nossos próprios chips é algo muito importante. Como a LG tem sido consistente no desenvolvimento desses componentes, a ideia é introduzi-los em novos aparelhos gradualmente.

Cho reconhece que a Qualcomm é uma liderança praticamente imbatível no setor, mas o fato é que a LG não vai ficar sentada vendo outros lucrarem quando ela poderia estar utilizando hardware próprio. O executivo disse que “há uma série de problemas que precisam ser resolvidos”, mas a expectativa é que a segunda e terceira gerações de seus SoCs sejam “muito melhores”, alcançando o padrão de qualidade que a companhia deseja.

De qualquer forma tudo isso terá que esperar: a LG só pretende anunciar o G4 após o lançamento da LG UX 4.0, a nova versão de sua interface gráfica inclusa em seus smartphones. O mais provável é que ela seja introduzida em abril, permitindo que o novo top de linha seja lançado entre maio e junho. Vamos aguardar.

Fonte: KT.

relacionados


Comentários