Meio Bit » Games » E se a id Software tivesse lançado um jogo do Mario?

E se a id Software tivesse lançado um jogo do Mario?

John Romero divulga vídeo do IFD, um projeto da id Software que em 1990 visava levar o Super Mario Bros. 3 para o PC, mas que não foi aceito pela Nintendo.

5 anos atrás

mario-bros-id

Uma das coisas que mais me fascina nos videogames é que nunca deixo de conhecer histórias interessantes sobre essa indústria, mesmo muitos anos depois delas terem acontecido (ou mesmo reveladas) e a de hoje fala sobre quando a id Software esteve relativamente perto de criar um jogo do Mario.

Sim, por mais surreal que isso possa parecer, em 1990 o estúdio que ainda não tinha nos dado clássicos como Wolfenstein 3D, Doom e Quake estava trabalhando numa técnica para suavizar o movimento da tela em monitores EGA, quando Tom Hall e John Carmack passaram a noite criando uma demo e sem muito tempo para desenvolver a parte visual, eles decidiram misturar os sprites de um antigo jogo de John Romero com os cenários do Super Mario Bros. 3, nascia ali o que eles chamaram de “Dangerous Dave in Copyright Infringement”.

Na manhã seguinte, ao ver o que a dupla havia feito, Romero percebeu que existia um enorme potencial na criação, afinal estamos falando de um jogo de plataforma para PC que poderia brigar de igual para igual com o que tínhamos apenas no Nintendinho e embora seus companheiros não tenham ficado tão empolgados, eles melhoraram aquela demo e a enviaram para a Nintendo na tentativa de conseguirem um acordo para que o jogo fosse lançado para os computadores da época.

O que dizem é que a empresa japonesa teria ficado bastante impressionada, mas alegando que não gostariam de ver seus jogos em outras plataformas (sim, algumas coisas nunca mudam), vetaram o desenvolvimento e aquela criação permaneceu escondida do grande público por todos esses anos, até que John Romero resolvesse mostrar o que eles tinham criado.

Como ontem foi comemorado o 25º aniversario do Commander Keen, jogo da id Software que nasceu justamente da negativa da Nintendo, o game designer utilizou sua conta no Twitter para mostrar um vídeo com um pouco da jogabilidade do projeto que estava sendo chamado por eles de IFD (Ideas from the Deep) e embora o visual não seja tão bonito quanto o original, trata-se de um feito impressionante para a época.

Hoje só podemos imaginar no que teria se transformado a id Software caso a BigN tivesse aceitado o acordo e até mais do que isso, para que caminho a indústria poderia ter rumado caso o Super Mario Bros. 3 tivesse sido lançado para PC.

Super Mario Bros. 3 Demo (1990) from john romero

relacionados


Comentários