Meio Bit » Hardware » Volvo desempaca principal aspecto legal dos carros autônomos

Volvo desempaca principal aspecto legal dos carros autônomos

Normalmente fabricantes de qualquer coisa usam a máxima Homer Simpson, “A culpa é minha e eu coloco onde eu quiser”, mas a Volvo não. Seu CEO resolveu uma grande incógnita jurídica, quem seria o responsável em caso de acidentes com carros autônomos. Spoiler: a Volvo se responsabiliza.

5 anos atrás

chris

Existem toneladas de elucubrações filosóficas envolvendo inteligência artificial e robótica, das mais racionais até aquela doida que diz que robôs sexuais desumanizarão mulheres e crianças. Alguns desses questionamentos saem do campo teórico e apresentam consequências práticas.

O maior deles no momento diz respeito a carros inteligentes autônomos.

Se um carro desses atropela alguém, de quem é a culpa?

“Ah, do dono”

Calma, se eu deixar um amigo dirigir e for de carona, ele bateu a culpa é minha? E se eu emprestar o carro e ele atropelar alguém?

A responsabilidade do dono do carro deixa de existir muito fácil, mas se for um carro autônomo, então ela se torna persistente?

Digamos que meu carro automático se confunda e atropele um escoteiro atravessando a rua fantasiado de caça stealth, enganando os radares e lidares do sistema de navegação.

Claramente um acidente onde o sistema enfrentou uma situação fora dos parâmetros normais, ele não foi projetado para aquilo.

“Ah, não interessa, a culpa é do fabricante”

Beleza, mas como então um fabricante não é penalizado se meu carro perde o controle acima do limite de velocidade, ou se há óleo na pista, ou se o pneu fura na curva?

Isso tinha tudo pra virar um imbroglio legal que duraria antes, todo mundo tirando da reta, mas Håkan Samuelsson, CEO da Volvo não entrou nessa.

Provavelmente ainda estasiado com a maravilhosa sensação que tem todos os dias ao acordar e perceber que não é CEO da VW, ele fez declarações bem importantes em uma conferência sobre carros autônomos.

Håkan disse que a posição de liderança dos EUA em carros autônomos pode ser ameaçada pela falta de legislação, que impede até testes em vias públicas, e se comprometeu a trabalhar junto com as autoridades e legisladores locais para cobrir essa lacuna.

Mais: ele deixou claro que a Volvo vai aceitar completa responsabilidade legal caso um dos carros deles se envolva em acidente em modo 100% autônomo.

A Volvo é completamente nazista em termos de segurança, são os melhores carros do mundo pra sofrer o pior acidente do mundo. Eles foram os primeiros a desenvolver e aplicar:

  • 1944 — célula de sobrevivência;
  • 1944 — pára-brisas laminado;
  • 1957 — cinto de segurança de 2 pontos;
  • 1959 — cinto de segurança de 3 pontos;
  • 1966 — travas de segurança nas portas;
  • 1995 — airbags;
  • 2012 — airbags para pedestres.

·  
Lista completa aqui.

Os Volvos não são os carros mais bonitos, os mais potentes, os mais arrojados, mas de longe são os mais seguros. Pro CEO se comprometer dessa forma, colocando um imenso alvo jurídico da testa da empresa, só há uma explicação. Como sempre a Volvo confia no próprio taco, digo, carro.

Fonte: Volvo.

relacionados


Comentários