Meio Bit » Indústria » AGORA VAI! Ubuntu Phone começa a ser vendido

AGORA VAI! Ubuntu Phone começa a ser vendido

Você queria um smartphone mas não gosta de iOS, Android, Windows Phone, WebOS, Firefox OS, Symbian, Tizen ou BlackBerry OS? SEUS PROBLEMAS ACABARAM, está chegando um celular com Ubuntu Phone!

5 anos e meio atrás

E tudo começou com o TuxPhone…

Os fanboys sempre se preocuparam tanto com o Ano do Linux no Desktop que não perceberam que o Ano do Linux no celular chegou e passou. Com a maturidade do kernel a escolha do Linux para a base de um sistema operacional mobile fazia sentido, e o grande erro da Nokia foi não ter apostado nisso. Ou melhor, apostado menos timidamente, o Maemo tinha muito potencial.

Descontando o fato de só rodar decentemente em aparelhos bons, o Android é prova viva de que Linux funciona para usuário final: é só questão de interface, mas os fanboys não aceitam essa vitória. Já vi muita gente reclamando que “Android não é Linux”, que com outro nome não conta, etc, etc. 

Pois bem, mimizentos: seus problemas acabaram! Saiu o que o mundo precisava: a Paz no Oriente Médio a Cura do Câncer MAIS UM sistema operacional mobile, no caso o Ubuntu, ou mais precisamente o BQ Aquaris E4.5 Ubuntu Edition:

ubuntuphone

O hardware é BEM decente, com tela qHD (960×540) de 4,5 polegadas; câmera frontal selfie de 5 Mp, traseira de 8 Mp com flash duplo, o incansável processador Cortex-A7 quad-core de 1,3 GHz; 1 GB de RAM, 8 GB de Flash e vai custar € 170 desbloqueado, ou 58 ações da Petrobras.

A interface foge do modelo tradional de apps, usam umas tais de Scopes. Kibando a explicação da CNet: em vez de ter um app do Spotify, outro do GrooveShark e outro pra tocar MP3 da audioteca do Paulo Coelho, eu uso uma Scope, uma página em HTML5 que capta conteúdo de todas essas fontes e exibe de forma unificada.

Sim, basicamente quebra o modelo de negócios de todo mundo, ninguém tem incentivo pra desenvolver pra isso, os sites bloquearão o acesso e o celular morrerá como aqueles WebOS da HP. É a cara do Linux.

De qualquer jeito se for preciso (nem é) mais um prego na tampa do caixão, o aparelho só será vendido na Europa, não há planos para o mercado americano.

Bem, ao menos, como os Jaffa em Stargate SG-1, esse celular vai poder dizer “I die free”.

Fonte: CNet.

relacionados


Comentários