Meio Bit » Hardware » AMD é processada por propaganda enganosa sobre chips Bulldozer

AMD é processada por propaganda enganosa sobre chips Bulldozer

Consumidor abre processo contra AMD por marketing enganoso em torno dos processadores Bulldozer, que possuíam performance muito aquém do esperado

5 anos atrás

amd-bulldozer

A AMD pode ter se enrolado para valer desta vez, nível Volkswagen. Cinco anos atrás a empresa foi duramente criticada quando introduziu a linha de processadores Bulldozer, vendidos como poderosos octa-cores, mas que possuíam performance muito aquém do esperado. O motivo? Eles funcionavam como quad-cores.

Só que para Tony Dickey, um dos muitos consumidores descontentes reclamar não basta, e ele está processando a empresa por propaganda enganosa.

Qual o motivo da confusão? Os chips Bulldozer da AMD eram efetivamente quad-cores compostos por dois núcleos cada, o que aos olhos da companhia caracteriza os chips como sendo de oito núcleos. Segundo o processo, como os módulos não operam de forma independente eles não poderiam ser contados como núcleos individuais, e sim um conjunto que forma um núcleo integrado. Assim os chips seriam somente quad-core, indo contra todo o marketing da época.

Há algumas questões que pesam contra o processo, no entanto. O ExtremeTech, que tem experiência nessa área lembrou que embora os chips Bulldozer se comportem como quad-cores, eles não se encaixam nessa categoria apropriadamente. A ação pede ao júri para definir o que é um núcleo de processamento, e se apoia no ponto de que eles possuíam performance muito inferior a outros octa-core. O problema é que se analisarmos a fundo, a capacidade dos chips diz muito pouco a respeito e o que importa é a arquitetura empregada, e para todos os efeitos os chips são sim octa-core.

A AMD não está tão errada na forma como vendeu seus chips, mas o processo também leva em conta que o marketing todo levou em conta o fato de que “oito é melhor do que quatro”, o que não se mostrou verdadeiro no fim das contas. Por conta da arquitetura de dois núcleos utilizando a mesma FPU a performance em atividades multi-core era sofrível.

Caso a AMD perca o processo há chances de abrirem precedentes que podem afetar o mercado mobile, já que fabricantes de SoCs gostam de contar vantagem sobre a quantidade de núcleos de seus chips embora nem sempre isso se reflita em melhor performance. Ainda assim acredito que as chances de isso acontecer são pequenas.

Fonte: ExtremeTech.

relacionados


Comentários