Meio Bit » Fotografia » 4 bilhões de pessoas ao redor do mundo fazem fotos regularmente

4 bilhões de pessoas ao redor do mundo fazem fotos regularmente

E o numero de pessoas no mundo que fotografam constantemente multiplicou-se por 8 nos últimos 10 anos, chegando a 1,2 trilhão de fotos por ano.

5 anos atrás

fotógrafos_no_mundo

Duas grandes revoluções aconteceram dentro da fotografia desde que ela foi inventada em 1826 por Joseph Nicéphore Niépce. A primeira foi com George Eastman em 1888 ao lançar a primeira câmera com filme de rolo. Até este momento da história, qualquer um que quisesse ter um retrato teria que pagar para um fotógrafo profissional. Eastman levou a câmera fotográfica para dentro das famílias, o que possibilitou um crescimento gigantesco na produção de imagens do cotidiano.

A segunda grande revolução aconteceu com a fotografia digital. Embora os equipamentos tenham sido muito caros no começo, a possibilidade de ver a imagem no mesmo momento em que ela é feita (deixando de depender de um processo de revelação demorado e caro) trouxe uma democratização ainda mais significativa para a produção das fotografias (não vamos entrar na discussão se essas imagens possuem ou não relevância).

Um bom indicativo disso pode ser visto no resultado de um estudo feito pela empresa de pesquisa de mercado Futuresource Consulting. Eles determinaram que, atualmente, existe uma quantidade de 4 bilhões de pessoas ao redor do mundo que estão fazendo fotos constantemente. Isso resulta em um montante de 1,2 trilhão de fotos por ano. Isso é 8 vezes mais pessoas fotografando do que 10 anos atrás.

Outro dado importante é que a maior parte destas fotos é feita com smartphones. Interessante notar que o número de fotos produzidas aumentou enquanto a venda de câmeras fotográficas caiu no mesmo período. A conta é fácil: smartphones possuem muitas comodidades que começam na portabilidade, passam pela interface gráfica atrativa e terminam com a possibilidade de compartilhamento instantâneo da imagem com quase todas as redes sociais.

Porém, nem tudo está perdido para as câmeras fotográficas. Como apontado pelo Petapixel no mês passado, parece que a venda de câmeras fotográficas finalmente estabilizou depois de um longo período de queda. A própria Futuresource Consulting aponta em sua pesquisa que vários destes fotógrafos que estão fazendo imagens com seus smartphones acabam procurando câmeras mais avançadas por conta de qualidade ótica e tamanho do sensor. Ou seja, é um ciclo. A pessoa tem um contato com a fotografia através de um dispositivo simples, se interessa pela coisa e passa a se aprofundar.

relacionados


Comentários