Meio Bit » Filmes e séries » Um robô gigante que faz malabarismo com automóveis é tudo que o mundo precisa

Um robô gigante que faz malabarismo com automóveis é tudo que o mundo precisa

Dan Granett quer tornar o sonho de todo fã de ficção científica em realidade, controlar um robô gigante. Ex-técnico do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, ele já traçou os planos para uma máquina chamada por ele de BugJuggler e, no momento, tenta arrecadar fundos para tornar o projeto realidade.

6 anos atrás

BugJuggler

Dan Granett quer tornar o sonho de todo fã de ficção científica em realidade, controlar um robô gigante. Ex-técnico do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, ele já traçou os planos para uma máquina chamada por ele de BugJuggler e, no momento, tenta arrecadar fundos para tornar o projeto realidade.

Se tudo der certo e ele conseguir o dinheiro, o robô deverá ter aproximadamente 21 metros de altura e fará malabarismo com automóveis, ou fuscas, caso o “bug” do nome seja levado ao pé da letra.

Ele será fixo em duas pernas e terá dois braços gigantes e móveis, capazes cada um de arremessar um Fusca de 800 kg para o alto. O GIF abaixo é auto-explicativo:

Robô Gigante

O robô será controlado por luvas computadorizadas que simulam o que o robô segura em tempo real. Granett quer realizar essas exibições em frente a uma audiência, mantida claro uma distância de segurança, caso o robô resolva jogar os automóveis longe.

O orçamento para tornar o robô realidade é de 2,3 milhões de dólares e um site foi criado especificamente para arrecadar esse dinheiro. Lá é explicado o por quê de um robô desses, além das diversas situações onde ele poderia ser utilizado.

Grannet e seus dois colaboradores, um web designer e um animador, prometem inclusive ensinar quem contribuir com o projeto a controlar o robô. Esse controle ficará a uma distância segura do mesmo ou, para quem não tem amor à vida, direto em um cockpit montado na cabeça do monstro (as duas maneiras estão previstas no projeto).

As aplicações “práticas” do BugJuggler incluem eventos automotivos, como forma de divulgação para atrair público, já que é difícil encontrar alguém que não queira ver algo assim ao vivo.

Segundo o site o robô pode ser construído em um período de oito meses a um ano usando tecnologia existente hoje, como motores hidráulicos, motor a diesel e servomotores.

Granett afirma que tudo que é necessário já está disponível em escala comercial e já está trabalhando em um protótipo de 2,4 m para mostrar que é possível.

Ele cita marcas e nomes como candidatos ideais a financiar o projeto, como Red Bull, Elon Musk e Richard Branson. Para agradar Musk ele até trocaria o motor a diesel por um elétrico com baterias.

O mote publicitário é interessante: “você teria um robô elétrico fazendo malabarismo com carros com motores a explosão, antecipando sua extinção”.

Fonte: The Verge.

relacionados


Comentários