Meio Bit » Games » Um jogo que nos coloca no controle do calabouço e não do herói

Um jogo que nos coloca no controle do calabouço e não do herói

Guild of Dungeoneering é um roguelike que nos lembra os jogos de tabuleiro, onde não controlaremos o herói, mas sim o calabouço que deve ser explorado. Extremamente viciante, jogo está tentando ser aprovado no Steam Greenlight.

6 anos atrás

Guild-of-Dungeoneering

Serei sincero com vocês, eu ando meio cansado da enxurrada de jogos roguelike que tem surgido na indústria nos últimos meses. No geral esses lançamentos pouco trazem de inovador, sempre nos colocando para explorar calabouços cheios de perigos e com sua jogabilidade se repetindo à exaustão.

Talvez seja por isso que recebi com muita surpresa e empolgação o Guild of Dungeoneering, título que nasceu apenas como um conceito, mas que está buscando sua aprovação no Steam Greenlight e com sorte, em breve passará a ser vendido na loja da Valve.

Explicar o funcionamento do jogo é um pouco complicado, mas tentarei. Nele nós não controlamos o herói diretamente, mas sim lhe damos caminhos para serem seguidos. Pense na criação da Gambrinous como um jogo de tabuleiro, onde teremos um deck de cartas, que ao virarmos poderemos escolher entre uma sala ou corredor; um inimigo ou um item. O objetivo é tentar ir o mais longe possível, fortalecendo o personagem e explorando o perigoso lugar.

Se no papel a ideia não lhe parece muito divertida, uma boa dica para ver como ela funciona na prática é visitar este site, onde uma versão inicial do jogo está disponível, mas fica o aviso: se você não possui muito tempo disponível, é melhor nem começar uma partida, pois o título é extremamente viciante.

Guild of Dungeoneering possui uma direção artística fantástica, consegue trazer alguma inovação ao gênero e tem um enorme potencial para se tornar uma febre, então, por tudo isso acho que ele merece se tornar um produto completo e com essa possibilidade de ser lançado no Steam, imagino que o jogo ganhará muito mais conteúdo, tornando-se ainda mais interessante.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários