Meio Bit » Indústria » Samsung suspende negócios com fábrica chinesa após denúncias de trabalho infantil

Samsung suspende negócios com fábrica chinesa após denúncias de trabalho infantil

A Samsung anunciou que suspendeu os negócios com um de seus fornecedores após a CLW (China Labor Watch) encontrar violações "sérias e persistentes" das leis trabalhistas em uma fábrica na China.

6 anos atrás

Trabalho Infantil

A Samsung anunciou que suspendeu os negócios com um de seus fornecedores após a CLW (China Labor Watch) encontrar violações "sérias e persistentes" das leis trabalhistas em uma fábrica na China.

A CLW investigou a Shinyang Electronics e várias vezes encontrou ao menos três mulheres menores de idade contratadas para trabalhar em turnos de doze horas fabricando componentes para telefones da Samsung. A lista de violações de leis trabalhistas é enorme:

- trabalhadores menores de 16 anos, no mínimo cinco, sem contrato de trabalho e recebendo um terço a menos que trabalhadores legais;

- empregados temporários não recebendo por horas extras;

- dormitórios quentes, lotados e sem água quente;

- horas extras acima do permitido disfarçadas de benefícios nos pagamentos;

A lista completa você encontra nesse link.

O relatório também inclui outros problemas na fábrica, incluindo falta de treinamento e equipamento de segurança, a recusa em contratar funcionários do sexo masculino e forçar os empregados a trabalhar até 120 horas extras mensais, o triplo do permitido.

A Samsung emitiu uma declaração informando que não irá mais terceirizar trabalho para a fábrica enquanto não houver uma investigação completa.

Já a Shinyang alega que uma agência de empregos local é responsável pela contratação dos funcionários e que não tinha ideia do que estava acontecendo (a declaração concorre ao Cara de Pau Awards 2014).

Curiosamente, a Samsung já investigou essa fábrica várias vezes, a última em 2013, mas nunca encontrou nada de errado. Os problemas só apareceram, às dúzias, quando a independente CLW foi ver como iam as coisas.

Mas a China Labour Watch não visa lucros e não fabrica nada, não é mesmo?

Fonte: The Verge.

relacionados


Comentários