Meio Bit » Internet » Balão do Google sofre pequeno acidente

Balão do Google sofre pequeno acidente

Momento ops. Durante os testes de seu Projeto Loon, o Google perdeu o controle de um balão, coisas que já não são naturalmente muito controláveis. O balão acabou caindo em uma linha de alta tensão, deixando várias casas sem luz. Como foi no Estado de Washington, especula-se (mentira, só eu) que a Microsoft esteja envolvida.

6 anos atrás

Hindenburg disaster

Reconstituição aproximada

O Google, prevendo que quando a neutralidade da rede cair de vez estará nas mãos dos provedores de acesso resolveu investir na ponta de sua estrutura, fornecendo conectividade diretamente aos usuários. Eles já disponibilizam fibra em algumas praças e pretendem montar uma constelação de 180 satélites em órbita baixa. Internet literalmente pra todo mundo.

Além dos satélites o Google tem o Projeto Loon, que pretende oferecer acesso internet via balões, altamente automatizados. Os balões seguiriam trajetórias mais ou menos conhecidas, ficariam no ar por três meses e seriam recolhidos em locais pré-determinados. Claro, qualquer um que já estudou um pouquinho sobre balonismo sabe que isso é de um otimismo enorme, bem a cara desse pessoal do Google.

Os tais balões fariam descidas controladas (ou: cair com estilo) e em caso de excederem a velocidade máxima, teriam até pára-quedas.

Pois bem, semana passada um desses balões em testes em Washington (Estado, não Cidade) fez um pouso não-muito controlado direto numa linha de energia. Como foi em uma zona rural, pouca gente ficou sem luz, foi só o susto, mas será que vale o risco? 50, 100 balões, literalmente ao sabor dos ventos?

O projeto de balões tem cara de ser um quebra-galho até saírem os satélites. No máximo algo que funcionaria muito bem em zonas de desastres, onde a infraestrutura tivesse sido destruída. Aí em vez de apenas internet esses balões funcionariam como ERBs para telefonia celular, por exemplo. Durante a Revolução na Líbia os Hackers Sem Fronteiras instalaram várias estações “piratas” para contornar as oficiais que o regime de Kadhafi tirou do ar.

De resto, ficadika, Google:

banner-baloes

Fonte: TV.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários