Meio Bit » Miscelâneas » Empresa norte-americana reinventa drinques em pó

Empresa norte-americana reinventa drinques em pó

Palcohol é proposta de pequena empresa norte-americana para oferecer drinques práticos e portáteis, na forma de sachês em pó

21/04/2014 às 12:30

caipirinha-mix-51

Exitem certas coisas que o progresso não deveria colocar a mão. Não me levem a mal, não estou bancando o ludita nem o saudosista, eu amo a tecnologia e adoro viver no futuro, mas você não deveria mexer em alguns departamentos para consertar o que obviamente não está quebrado. Com isso chegamos à ideia do Palcohol, um produto recentemente aprovado para venda pelo departamento fiscal relativo à álcool e cigarros dos Estados Unidos: trata-se de bebida alcoólica em pó.

Pelo visto, hoje em dia nada mais é sagrado.

A proposta do site é até interessante, permitir que você leve sua bebida favorita - na verdade parceiro, "pal" em inglês. Palcohol, sacou? - na forma desidratada para qualquer lugar, bastando apenas adicionar água. A companhia pretende colocar no mercado diversos drinques como marguerita, mojito, cosmopolitan, lemon drop e bebidas puras, como vodka e rum. O site originalmente fazia referências diretas a contravenções, como levar seu sachê a lugares onde você não pode beber como cinemas e eventos em colégio, mas a página foi obviamente editada para evitar problemas com a lei, já que nas entrelinhas poderia estar incentivando menores a beberem (ela sugeria até colocar o pó junto à comida).

palcohol

A pérola do site entretanto mencionava o problema número um que todo mundo imaginou: a possibilidade de cheirar o pó para ficar bêbado mais rápido. É o caso do bode na sala, tentar resolver um problema criando outro maior. O site originalmente mencionava que "sim, você pode fazê-lo, mas você ficará bêbado imediatamente pois o álcool será absorvido rapidamente por suas mucosas". Originalmente a Palcohol dizia que isso era apenas "uma péssima ideia", agora o site desencoraja veementemente o consumidor, dizendo que além da dose ser ínfima para causar embriaguez o usuário vai sentir dor ao fazê-lo.

Ainda assim há alguns empecilhos para que o Palcohol seja encontrado em qualquer vendinha nos Estados Unidos: além das leis estaduais, há outras empresas de maior porte que já pesquisam esse tipo de produto há tempos, que prometer ser concorrentes de peso. Por fim, a Palcohol vai precisar convencer os consumidores de que um sachê de vodka é mais prático do que uma garrafa, desde que o preço final obviamente compense.

Em tempo: a caipirinha em pó da 51 parecia Ki-Suco.

Fonte: TV.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários