Meio Bit » Demais assuntos » Ninguém quer ser CEO da Microsoft, os culpados? Ballmer e Gates

Ninguém quer ser CEO da Microsoft, os culpados? Ballmer e Gates

A dificuldade em encontrar alguém para preencher o cargo tem nome, na verdade dois nomes: Bill Gates e Steve Ballmer, não necessariamente nessa ordem.

7 anos atrás

Há vagas

A Microsoft afirma que em breve terá um novo CEO, mais precisamente no início desse ano. O problema é que esse "em breve" vem sendo adiado desde o anúncio da aposentadoria de Steve Ballmer.

A dificuldade em encontrar alguém para preencher o cargo tem nome, na verdade dois nomes: Bill Gates e Steve Ballmer, não necessariamente nessa ordem. Alguns executivos na mira da Microsoft expressaram preocupação quanto ao fato de ter que trabalhar com os dois, que continuarão no conselho da empresa.

O maior problema seria Ballmer e as mudanças que ele fez na empresa pouco antes de anunciar a aposentadoria. Um novo CEO teria que mantê-las, goste ou não, já que foram feitas com o apoio do conselho, ou tomar o caminho mais espinhoso, mudando tudo e enfrentando Ballmer, que continua no conselho e não é famoso por ser um cara zen. Isso para não falar na recuperação da Nokia, comprada por Ballmer logo após anunciar a aposentadoria.

Ballmer e Gates

Aí temos Bill Gates, fundador da empresa, que gosta de dar sua opinião sobre o futuro. Como Ballmer, opiniões fortes.

O problema é que Gates não está mais em sintonia com o mundo tecnológico atual contemporâneo de hoje em dia. Ele tem se dedicado cada vez mais a salvar o mundo, passando mais tempo em encontros com chefes de estado e discutindo como combater a fome do que pensando no próximo iPad killer.

Em outras palavras, o novo CEO terá que trabalhar com Ballmer falando em um ouvido e Gates em outro. Não é para qualquer um.

E você não pode simplesmente ignorar Bill Gates.

Fonte: WSJ

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários