Meio Bit » Hardware » Alan Mullaly diz que não sairá da Ford e Microsoft se complica na busca por CEO

Alan Mullaly diz que não sairá da Ford e Microsoft se complica na busca por CEO

E a busca pelo novo CEO da Microsoft continua: Alan Mullaly da Ford veio a público e afirmou que não tem intenções de suceder Steve Ballmer

7 anos atrás

"Já falei que não Ballmer, desista!"

E a corrida da Microsoft atrás de um novo CEO se complica ainda mais. O anúncio do sucessor de Steve Ballmer vem sendo adiado desde que o careca anunciou sua saída, e um grande motivo seria que ninguém quer encarar ele e Bill Gates no conselho de administração, o que estaria dificultando a busca.

Ainda assim uma lista interna havia filtrado alguns nomes, e dentre eles o mais cotado era o atual CEO da Ford Alan Mullaly. Ele seria o mais indicado pelo bom resultado que ele conseguiu na montadora, tendo alterado a filosofia da empresa e feito ela voltar a ser competitiva. Entretanto, de modo a acabar com os rumores o próprio disse à AP que ele não planeja sair da Ford, pelo menos não até o fim de 2014.

Mullaly disse na entrevista que ele "não tem outros planos em mente além de servir à Ford" e que resolveu dar uma declaração oficial sobre o assunto porque elas são uma distração, além de ser um modo de tranquilizar os investidores da empresa. Entretanto ele não disse se houveram negociações com a Microsoft, por razões óbvias.

Com isso a Microsoft se encontra num beco sem saída. Mullaly seria o único executivo de fora da Microsoft indicado a suceder Ballmer e o favorito, concorrendo com o VP para serviços de nuvem e negócios empresariais Satya Nadella. Correndo por fora ainda temos o ex-CEO do Skype e atual responsável pela divisão de negócios da empresa Tony Bates e Stephen Elop, ex-Nokia e hoje VP de dispositivos. Este último teria sido descartado depois que suas ideias mirabolantes vazaram, mas nunca se sabe.

Ainda que um novo CEO seja obrigado a encarar o fundador e o primeiro executivo da Microsoft ambos não são unanimidades no conselho, que já pediu a cabeça de Gates e teria indiretamente forçado Ballmer a sair. Pode ser que o novo capitão do barco seja alguém que não tenha sido sequer mencionado, como a responsável pela divisão Xbox Julie Larson-Green ou outro executivo de fora. De qualquer forma, o futuro CEO terá que enfrentar um conselho que não se dá muito bem com ambos outrora líderes da companhia e está sedento em agilizar mudanças. Com certeza um trabalhão.

Fonte: AP.

relacionados


Comentários