Meio Bit » Hardware » LG G Flex 2 pode vir menor e com mais resolução

LG G Flex 2 pode vir menor e com mais resolução

LG tentará de novo emplacar um smartphone de tela curva com o G Flex 2, que contará com um display de maior resolução e provavelmente menor

12/09/2014 às 10:31

lg-g-flex

A LG não teve muita sorte com o G Flex. Vendido como uma atração e tanto por ser o primeiro smartphone com tela curva a ser disponibilizado em todo mundo (a rigor o Galaxy Round da Samsung veio antes, mas ele não saiu da Pior Coreia), uma série de pequenos problemas o acompanharam por onde ele passou, principalmente o lance das bolhas. Isso e o fato dele ser um foblet de seis polegadas com resolução apenas HD não justificavam o preço que a LG pedia por ele.

Depois de chamar a atenção do público com o G3, a LG agora vai investir na segunda geração de seu aparelho curvo, oferecendo um produto com uma tela sensivelmente melhor.

As informações vêm da Índia, através de um executivo da empresa sul-coreana que resolveu falar um pouco além do que deveria. De acordo com o mesmo a LG já está trabalhando no G Flex de segunda geração, e que para responder a uma crítica geral dos consumidores ele terá uma resolução de tela "maior do que Full HD". Ora, todos sabemos que a LG foi a primeira a apresentar um display Quad HD que posteriormente foi incluído no G3, seu atual top de linha. O único porém é que como ninguém apresentou um dispositivo grande com essa resolução, é possível que o G Flex 2 possua as mesmas dimensões do G3, com um display de 5,5 polegadas e que resultaria numa densidade de 538 ppi.

Entretanto há outros problemas que a LG precisa solucionar. A tecnologia P-OLED possui falhas, ao permitir que o usuário possa flexionar o smartphone até certo ponto a tela depois de um tempo começa a apresentar as famigeradas bolhas, fora alguns bugs devido ao fato de o G Flex se tratar de um protótipo de luxo. Entretanto, como a companhia muito provavelmente aprendeu com seus erros da primeira vez, esperamos que o G Flex 2 seja um gadget mais atraente aos olhos e que apresente menos defeitos chatos. E que conte com um preço final mais atraente, claro.

Fonte: DT.

relacionados


Comentários