Meio Bit » Baú » Indústria » Jaguar está desenvolvendo para-brisas virtual

Jaguar está desenvolvendo para-brisas virtual

Você vai comprar um carro esporte topo de linha agora? ESPERE, a Jaguar Land Rover está desenvolvendo um para-brisa virtual que é a coisa mais linda. Sério, não compre um Aston Martin agora, aguarde mais um pouco, você não vai se arrepender. Viu? O MeioBit ajuda a preservar o seu dinheiro!

15/07/2014 às 8:01

2010 Jaguar XKR

A Jaguar é aquela fabricante de carros feios, lentos e bobos, fundada em 1922 na Inglaterra. Eles tem uma certa tradição, por assim dizer, e conhecem um tiquinho do negócio de carros, ao menos os que todo mundo queria mas ninguém pode ter.

Como toda empresa que precisa competir pelo dinheiro dos consumidores, a Jaguar investe muito em pesquisa e desenvolvimento. Agora estão testando um conceito bem interessante: um para-brisas virtual, com uma tela de LCD transparente, muito mais moderna que aquele sistema de projeção que alguns carros oferecem. E também é muito mais que um HUD. Não será um sistema passivo (ui!) de exibição de dados básicos, mas uma tela configurável e controlada via outra tecnologia da Jaguar: reconhecimento de gestos.

Os engenheiros da Jaguar desenvolveram uma tecnologia de rastreio que identifica com precisão os movimentos da mão do motorista, assim você não precisa se esticar até o painel, um simples gesto momentâneo pode ser interpretado como “acionar modo de fuga”, por exemplo.

Junto a isso, isto:

Jaguar reveals new ‘virtual windscreen concept’

Esse painel virtual dará informações sobre voltas, para os corredores, mas mostrará também informações úteis para a rua, como traçado ideal e dados sobre os carros em volta. Há até Freds cones virtuais, para o motorista treinar manobras. Ah, também incluíram a possibilidade de correr contra carros-fantasma, algo que as autoridades de trânsito com certeza adorarão.

A possibilidade de exibir informações assim é excelente. Pense em como, associado com uma Siri ou uma Cortana da vida a gente (ok, a gente não, alguém com grana) poderá consultar trajetos de viagem, ver finalmente informações do GPS sem ter que ficar extrapolando posição de ruas, ser alertado de compromissos, atender ligações do Skype e jogar Flappy Bird usando o acelerador.

Radares de bordo e outras tecnologias podem alertar contra perigos e câmeras de visão noturna como as da Mercedes serão sobrepostas ao para-brisas, o que faz muito mais sentido do que uma telinha no painel.

Claro que isso não vai sair pra Uno Mille, mas se serve de consolo, em média essas tecnologias levam 10 anos para sair dos carros top para os veículos de linha, e o que era tecnologia espacial, como sistemas fly-by-wire, foram parar até em um Fiat Uno.

Fonte: DNA.

relacionados


Comentários