Meio Bit » Internet » Google defende que é Legal monitorar Wi-Fi de usuários que dão mole

Google defende que é Legal monitorar Wi-Fi de usuários que dão mole

Era só o que faltava. Google se defende de acusação de espionagem de Wi-Fi de usuários usando a defesa “pacote aberto não tem dono”.

6 anos atrás

google-dr-evil

Lembrem-se crianças, Don't Be Evil

Em 2010 Alemanha e Irlanda ficaram em pé de guerra contra o Google, quando descobriram que os carros do Street View faziam mais do que fotografar inocentemente a vizinhança. Eles também monitoravam redes Wi-Fi.

Tecnicamente não há nada de errado nisso, é uma forma de aumentar a precisão do GPS. Guardando a identificação de um roteador E a localização geográfica dele, você já sabe mais ou menos aonde está mesmo que o GPS não tenha ainda fixado sua posição.

Só que foi descoberto que o sistema do Google ia além. Capturava, via packet sniffing, tráfego de todas as redes Wi-Fi abertas que encontrava. O Google havia engajado sua frota em um esforço mundial de Wardriving, de envergonhar a NSA.

Eles alegaram que não faziam isso. Uma auditoria depois, admitiram que faziam mas não sabiam de nada (a famosa Defesa Lula) e que “já estava assim quando nós chegamos” (a famosa defesa Homer Simpson). O código que capturava dados seria de uma aplicação antiga, e deveria ter sido removido.

O caso foi parar na justiça e o Google vem tentando empurrar com a barriga, a ponto de tomar uma multa de US$ 25 mil por obstrução. Agora estão na Suprema Corte tentando reverter as decisões das outras instâncias. Alegam que não podem ser culpados de espionar usuários, pois as comunicações Wi-Fi não-encriptadas são “comunicações de rádio”, e por isso não estou sujeitas a Leis sobre sigilo de comunicação de dados.

É uma forma nada elegante de culpar a vítima, e pior ainda, repete o discurso de hackers de TV via Satélite, que defendem que seus transcodificadores não são piratas ou ilegais pois se o sinal foi solto no espaço, é de quem pegar.

É improvável, mas pode ser até que o Google ganhe na Justiça e seja aberto o precedente, mas independente disso, continua sendo uma atitude muito féla sair pela rua invadindo rede alheia e monitorando dados. Existe até um palavrão pra designar a gentinha que faz isso: NSA.

Fonte: AT.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários