Meio Bit » Indústria » Google+ vai perder a integração forçada. Tradução: MOR-REU

Google+ vai perder a integração forçada. Tradução: MOR-REU

Depois da saída do chefão do projeto juraram que nada iria mudar no Google+. Logicamente agora o Techcrunch reporta um passaralho setorial, remanejando mais de 1.000 funcionários, e provavelmente o fim da integração forçada com outros serviços. Próximo passo? Ir pra prateleira do Governador.

25/04/2014 às 14:44

Google+

A saída de Vic Gundotra, bambambam do Google+ pegou muita gente de surpresa, mas não parecia que algo iria mudar no Opera das Redes Sociais. Até ontem, quando o Techcrunch reportou, baseado em pelo menos duas fontes que entre 1.000 e 1.200 funcionários do Google+ seriam remanejados para outras áreas.

Aparentemente o Google+ seria remanejado de produto para plataforma, capitulando da proposta de competir com Facebook e Twitter. Com essa seria a 3ª rede social que o Google tenta e não emplaca. Quarta, se contar com o Orkut, mas ninguém conta com o Orkut.

A estratégia de integração forçada não ajudou também. O Google+ ganhou milhões de usuários, boa parte indignados por ter que assinar aquele troço para utilizar os serviços da empresa. Pelo visto “se construir E coagir sob mira de armas, eles virão não foi uma boa política.

As pessoas já estão saturadas de redes sociais. Não é preciso ser um clarividente para perceber que uma que você é obrigado a usar não seria bem-vista.

O Google, claro, nega tudo, diz que o + continua uma maravilha, nada mudou. Veremos. Acho provável que em breve ele se junte ao Wave, ao Buzz e a vários outros produtos, sociais ou não que habitam o Cemitério do Google.

relacionados


Comentários