Meio Bit » Internet » Foursquare se divide em dois: conheça o Swarm, o app para check-ins

Foursquare se divide em dois: conheça o Swarm, o app para check-ins

Foursquare quer se desvencilhar da imagem de "app de check-ins" e cria o Swarm, uma nova aplicação dedicada; app tradicional se focará em indicar lugares

6 anos atrás

swarm

Quando o Facebook obrigou todos os usuários mobile a instalarem o Messenger se quisessem continuar conversando com seus amigos nos smartphones e tablets, muita gente chiou com razão. Além dos apps de Mark Zuckerberg serem devoradores de recursos mesmo em aparelhos de ponta, o fato de ser obrigado a utilizar duas aplicações distintas ao invés de condensar tudo num mesmo app chega a ser contra-producente. A alegação de Zuck é que "o chat do app do Facebook era de segunda-classe", mas muita gente preferia ele a instalar outro app comilão.

Outro que está seguindo a mesma linha de desmembrar serviços em apps distintos, ainda que por motivos diferentes é o Foursquare. Desde 2009 até hoje o app tem sido utilizado basicamente como "um botão de check-in" como descreve o CEO Dennis Crowley. A empresa passou o último ano lutando para dissociar essa imagem do aplicativo, para que ele fosse reconhecido como um app para se descobrir lugares interessantes. Nota-se que o esforço da startup é voltado a combater seu rival Yelp, cuja popularidade é enorme nos Estados Unidos (ele agora indica até quais estabelecimentos aceitam bitcoins). Como a percepção do público não mudou muito uma decisão drástica foi tomada para acelerar o processo: transformar os check-ins num app dedicado com outro nome. Esse é o Swarm, que ainda não entrou no ar.

swarm-001

O Swarm funciona de maneira muito similar ao Nearby Friends do Facebook: o app vai indicar quais amigos estão próximo de sua localidade, bem como oferecerá a opção de fazer check-in. O Foursquare permanecerá como um app para se descobrir lugares e fazer recomendações, apoiado em sua grande base da dados. Com isso, ao criar um app só para check-ins Crowley espera que essa imagem seja dissociada do Foursquare, o que segundo ele "é apenas 1% do que o app faz".

Eu concordo com essa preocupação em tornar o Foursquare mais relevante, mas transformar um app em dois pode não ser a melhor ideia; convencer o usuário a utilizar ambos será crucial para que os usuários continuem utilizando-o, sem mencionar que pode acontecer que boa parte dos usuários (os que utilizam o Foursquare apenas para informar onde se encontram) migrem em massa para o Swarm ou pior, para o Yelp.

Em tempo, o pessoal do The Verge conseguiu testar o aplicativo:

Fonte: TVTNW.

relacionados


Comentários