Meio Bit » Internet » Ops! Usuários mandam excluir uma mensagem, mas Gmail acaba excluindo outra

Ops! Usuários mandam excluir uma mensagem, mas Gmail acaba excluindo outra

Falha no Gmail após uma “atualização de software” fez com que o serviço excluísse e marcasse como spam mensagens diferentes das selecionadas pelos usuários.

7 anos atrás

gmail_exclusao_acidental

Quando utilizamos qualquer programa ou serviço, esperamos que ele esteja sempre disponível e, talvez o principal, que funciona sempre de acordo com o que queremos. Em alguns casos, usuários preferem pagar por versões premium para que tenham uma cláusula de disponibilidade à disposição. Mas, apesar de todos os investimentos que as grandes empresas fazem, vez ou outra, as coisas não funcionam a contento.

No dia 15 de janeiro, alguns usuários das versões para iOS, mobile e offline do Gmail começaram a experimentar uma situação inusitada e desconfortável. Ao utilizarem algumas ações do serviço de e-mail do Google, como marcação de mensagens como spam ou exclusão de mensagens, a ação era, de fato, feita, mas em outra mensagem.

Segundo o Google, os usuários afetados pela “atualização de software” devem acessar os marcadores Lixeira e Spam para verificarem, até o dia 14 de fevereiro (afinal, as mensagens são excluídas automaticamente após 30 dias) se alguma mensagem foi, indevidamente, excluída ou marcada pela falha no Gmail.

Abaixo, a mensagem exibida aos usuários afetados:

 Aviso importante

 

Talvez você tenha sido afetado por um problema recente no Gmail que acidentalmente fez com que algumas ações, como exclusão e denúncia de spam, fossem aplicadas a uma mensagem enquanto você visualizava outra. O problema ocorreu entre 15 e 22 de janeiro e já foi corrigido.

 

Recomendados que você verifique suas pastas (sic) “Lixeira” e “Spam” até 14 de fevereiro de 2014 para conferir se elas contêm itens que você não pretendia excluir ou marcar como spam e movê-los de volta à Caixa de entrada. Lamentamos a inconveniência.

Quem me conhece sabe o quanto gosto e admiro o Gmail. No entanto, confesso que este tipo de falha, ainda que detectada, corrigida e comunicada, me deixa extremamente preocupado com a confiabilidade do serviço.

Fonte: GOS.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários